Aplicativo Mobile como um poderoso facilitador do engajamento educacional

O uso de tecnologias móveis na educação tem sido amplamente discutido há mais de uma década, com foco mais recente em como a tecnologia móvel pode ser aproveitada para entregar conteúdo personalizado aos alunos, não importa onde eles estejam.

Entregar o conteúdo certo no momento certo representa uma enorme oportunidade para ajudar os alunos a se manterem bem informados, ajudando-os a tornar suas vidas acadêmicas mais fáceis e orientando-os a concluir atividades críticas. À medida que mais e mais alunos dependem de seus dispositivos móveis em todos os aspectos de suas vidas, suas expectativas de como seus dispositivos móveis as apoiarão em sua jornada educacional aumentarão, especialmente considerando o investimento que muitos alunos fazem na educação. O celular permite que os alunos interajam e se envolvam em seu próprio tempo, fora dos limites da sala de aula. Isso também cria uma poderosa oportunidade para os educadores aumentarem o nível de envolvimento de seus alunos.

Para garantir que atendemos às necessidades e expectativas de nossos usuários, a Blackboard investiu em uma estratégia móvel holística. Os três pilares da nossa estratégia para dispositivos móveis são: informar, simplificar e engajar. Nossos objetivos são informar proativamente os alunos e as pessoas que dão suporte a eles com as informações de que precisam, facilitar tarefas críticas com fluxos de trabalho simplificados e aumentar o engajamento dos alunos por meio de recursos exclusivos para dispositivos móveis.

Entendendo nossos três pilares de estratégia móvel:

Pilar 1: Atualize os usuários com informações oportunas

Os alunos levam vidas ocupadas. Quase 4 de 5 alunos trabalham enquanto estão matriculados. Eles estão sempre lidando com as exigências da faculdade, do trabalho e da vida – e isso não é fácil. Eles podem ser pais e/ou trabalhar em tempo integral. O celular ajuda a concluir as atividades necessárias, dentro e fora da sala de aula, de uma maneira mais fácil e conveniente. Nosso aplicativo Blackboard exibe informações importantes e avisos de cursos por meio da Linha do Tempo, e envia notificações push com atualizações de notas, para que os alunos estejam atualizados sobre suas tarefas mais urgentes.

Pilar 2: Simplifique tornando as tarefas críticas mais fáceis

Entendemos o que os alunos e educadores esperam fazer em seus dispositivos móveis. Desenvolvemos aplicativos úteis feitos sob medida para atender às suas necessidades. Nosso novo aplicativo, o Blackboard Instructor, oferece aos instrutores uma maneira simples e intuitiva de gerenciar cursos, interagir com alunos e visualizar conteúdo com ênfase nas necessidades imediatas. Nosso objetivo é ajudar a agilizar as tarefas administrativas e permitir que o corpo docente e os professores se envolvam com os alunos em qualquer lugar.

Pilar 3: Envolva os usuários alcançando-os onde eles estão

Os estudantes engajados têm mais chances de obter sucesso e os dispositivos móveis são uma maneira essencial de aumentar os níveis de envolvimento. Na sala de aula, você pode aumentar o engajamento ao aplicar pesquisas em tempo real para avaliar o entendimento dos alunos sobre o material da aula ou incorporar tarefas específicas para dispositivos móveis ao trabalho, incluindo ferramentas como câmera, vídeo e recursos de gravação em tarefas. O celular também permite que o aluno interaja e se envolva em seu próprio tempo, fora dos limites da sala de aula.

Investindo em uma estratégia holística

Estamos muito conscientes da necessidade de fornecer suporte para várias modalidades de dispositivos, tanto para professores quanto para estudantes, para ajudá-los a se prepararem e a terem sucesso em sua jornada acadêmica. Tanto o aplicativo Blackboard quanto o aplicativo Blackboard Instructor foram criados para refletir nossa estratégia de três pilares.

Com nosso modelo de entrega contínua, apresentamos os recursos à medida que são desenvolvidos, para que possamos fornecer valor e conveniência rapidamente aos nossos usuários. Isso também nos permite continuar a coletar feedback do usuário e melhorar todos os nossos recursos ao longo do tempo. Fornecer nossa estratégia para dispositivos móveis também exige investimento em aplicativos móveis nativos e design responsivo. Os aplicativos móveis nativos fornecem uma experiência totalmente personalizada para uma tela pequena, focada na otimização aprimorada e na velocidade das tarefas executadas com mais frequência.

No entanto, o Blackboard Learn é um LMS robusto com grande abrangência e profundidade de funcionalidade. Nosso investimento contínuo em design responsivo garante que alunos e educadores desfrutem de uma ótima experiência em todos os dispositivos e tamanhos de tela, sem perder a capacidade de executar qualquer uma das funções necessárias. Isso significa que os usuários terão uma experiência agradável e perfeita, independentemente de como acessarem o Blackboard Learn em um dispositivo móvel. Mas não paramos por aí, pois continuamos nossos investimentos em dispositivos móveis, nos esforçando para fornecer valor aos alunos e àqueles que os apoiam. Continuaremos a investir em dispositivos móveis como parte de nossa estratégia geral de sucesso dos alunos para satisfazer as necessidades deles com recursos de ajuda contextualizados, personalizados e oportunos.

Artigo Original: https://blog.blackboard.com/mobile-educational-engagement/

Aplicativo Mobile como um poderoso facilitador do engajamento educacional

O uso de tecnologias móveis na educação tem sido amplamente discutido há mais de uma década, com foco mais recente em como a tecnologia móvel pode ser aproveitada para entregar conteúdo personalizado aos alunos, não importa onde eles estejam.

Entregar o conteúdo certo no momento certo representa uma enorme oportunidade para ajudar os alunos a se manterem bem informados, ajudando-os a tornar suas vidas acadêmicas mais fáceis e orientando-os a concluir atividades críticas. À medida que mais e mais alunos dependem de seus dispositivos móveis em todos os aspectos de suas vidas, suas expectativas de como seus dispositivos móveis as apoiarão em sua jornada educacional aumentarão, especialmente considerando o investimento que muitos alunos fazem na educação. O celular permite que os alunos interajam e se envolvam em seu próprio tempo, fora dos limites da sala de aula. Isso também cria uma poderosa oportunidade para os educadores aumentarem o nível de envolvimento de seus alunos.

Para garantir que atendemos às necessidades e expectativas de nossos usuários, a Blackboard investiu em uma estratégia móvel holística. Os três pilares da nossa estratégia para dispositivos móveis são: informar, simplificar e engajar. Nossos objetivos são informar proativamente os alunos e as pessoas que dão suporte a eles com as informações de que precisam, facilitar tarefas críticas com fluxos de trabalho simplificados e aumentar o engajamento dos alunos por meio de recursos exclusivos para dispositivos móveis.

Entendendo nossos três pilares de estratégia móvel:

Pilar 1: Atualize os usuários com informações oportunas

Os alunos levam vidas ocupadas. Quase 4 de 5 alunos trabalham enquanto estão matriculados. Eles estão sempre lidando com as exigências da faculdade, do trabalho e da vida – e isso não é fácil. Eles podem ser pais e/ou trabalhar em tempo integral. O celular ajuda a concluir as atividades necessárias, dentro e fora da sala de aula, de uma maneira mais fácil e conveniente. Nosso aplicativo Blackboard exibe informações importantes e avisos de cursos por meio da Linha do Tempo, e envia notificações push com atualizações de notas, para que os alunos estejam atualizados sobre suas tarefas mais urgentes.

Pilar 2: Simplifique tornando as tarefas críticas mais fáceis

Entendemos o que os alunos e educadores esperam fazer em seus dispositivos móveis. Desenvolvemos aplicativos úteis feitos sob medida para atender às suas necessidades. Nosso novo aplicativo, o Blackboard Instructor, oferece aos instrutores uma maneira simples e intuitiva de gerenciar cursos, interagir com alunos e visualizar conteúdo com ênfase nas necessidades imediatas. Nosso objetivo é ajudar a agilizar as tarefas administrativas e permitir que o corpo docente e os professores se envolvam com os alunos em qualquer lugar.

Pilar 3: Envolva os usuários alcançando-os onde eles estão

Os estudantes engajados têm mais chances de obter sucesso e os dispositivos móveis são uma maneira essencial de aumentar os níveis de envolvimento. Na sala de aula, você pode aumentar o engajamento ao aplicar pesquisas em tempo real para avaliar o entendimento dos alunos sobre o material da aula ou incorporar tarefas específicas para dispositivos móveis ao trabalho, incluindo ferramentas como câmera, vídeo e recursos de gravação em tarefas. O celular também permite que o aluno interaja e se envolva em seu próprio tempo, fora dos limites da sala de aula.

Investindo em uma estratégia holística

Estamos muito conscientes da necessidade de fornecer suporte para várias modalidades de dispositivos, tanto para professores quanto para estudantes, para ajudá-los a se prepararem e a terem sucesso em sua jornada acadêmica. Tanto o aplicativo Blackboard quanto o aplicativo Blackboard Instructor foram criados para refletir nossa estratégia de três pilares.

Com nosso modelo de entrega contínua, apresentamos os recursos à medida que são desenvolvidos, para que possamos fornecer valor e conveniência rapidamente aos nossos usuários. Isso também nos permite continuar a coletar feedback do usuário e melhorar todos os nossos recursos ao longo do tempo. Fornecer nossa estratégia para dispositivos móveis também exige investimento em aplicativos móveis nativos e design responsivo. Os aplicativos móveis nativos fornecem uma experiência totalmente personalizada para uma tela pequena, focada na otimização aprimorada e na velocidade das tarefas executadas com mais frequência.

No entanto, o Blackboard Learn é um LMS robusto com grande abrangência e profundidade de funcionalidade. Nosso investimento contínuo em design responsivo garante que alunos e educadores desfrutem de uma ótima experiência em todos os dispositivos e tamanhos de tela, sem perder a capacidade de executar qualquer uma das funções necessárias. Isso significa que os usuários terão uma experiência agradável e perfeita, independentemente de como acessarem o Blackboard Learn em um dispositivo móvel. Mas não paramos por aí, pois continuamos nossos investimentos em dispositivos móveis, nos esforçando para fornecer valor aos alunos e àqueles que os apoiam. Continuaremos a investir em dispositivos móveis como parte de nossa estratégia geral de sucesso dos alunos para satisfazer as necessidades deles com recursos de ajuda contextualizados, personalizados e oportunos.

Artigo Original: https://blog.blackboard.com/mobile-educational-engagement/

21 de Março de 2019

Design Thinking vem com o tempo

*Jon Kolko Há uma mudança em curso em organizações de grande porte: aplicar os princípios de design na forma como as pessoas trabalham. Esta nova abordagem é, em grande parte, uma resposta à crescente complexidade da tecnologia moderna e essa complexidade assume muitas formas. Pense em quão difícil é reinventar um sistema de prestação de serviços de saúde – muito mais que projetar um sapato, por exemplo. E às vezes o ambiente de negócios é tão volátil que uma empresa deve experimentar vários caminhos a fim de sobreviver. Eu poderia listar uma dúzia de outros tipos de complexidade que as empresas lutam contra todos os dias. Um conjunto de princípios conhecidos coletivamente como “design thinking” é a melhor ferramenta que temos para criar novas interações e desenvolver uma cultura organizacional mais ágil e flexível. Uma cultura centrada no projeto transcende o design, dando ferramentas para que todas as pessoas tragam novas ideias: concentre-se nas experiências dos usuários. Para construir empatia com os usuários, uma organização centrada no “projeto” capacita os funcionários para observar o comportamento e tirar conclusões sobre o que as pessoas querem e precisam. Essas conclusões são bastante difíceis de expressar em linguagem quantitativa. A proposta de valor tradicional é uma promessa de utilidade: se você comprar um Lexus, a montadora promete que você vai receber um transporte seguro e confortável em um veículo de alto desempenho. Uma proposta de valor emocional é uma promessa sobre “sentir”: se você comprar um Lexus, a montadora promete que você vai se sentir mimado, “luxuoso” e influente. Nas organizações centradas no projeto, linguagens emocionalmente carregadas não são denegridas ou vistas como algo bobo. Conversas estratégicas nessas empresas frequentemente abordam como uma decisão de negócios ou uma trajetória mercado irá influenciar positivamente as experiências dos usuários e muitas vezes reconhecem apenas implicitamente que as ofertas bem desenhadas contribuem para o sucesso financeiro. O foco em grandes experiências não se limita a designers de produto, marketing e estrategistas, mas sim todas as funções voltadas para o cliente. Todos são pontos de contato que moldam impressão de um cliente da empresa. Em uma cultura focada na experiência do cliente, pontos de contato financeiros, por exemplo, são projetados em torno das necessidades dos utilizadores, em vez de eficiências operacionais internas. Mas, quais são os desafios? Vários anos atrás, fiz consultoria para uma grande empresa de entretenimento que tinha entrado em um projeto a distância em um seleto grupo de “criativos.” A empresa estava animada com a introdução de tecnologia em seus parques temáticos e reconheceu que a experiência do visitante bem-sucedida iria depender de um bom design. E assim tornou-se evidente que toda a organização era necessária para “abraçar o design” como uma competência essencial. Como muitas organizações com culturas arraigadas que foram bem sucedidas por muitos anos, a empresa enfrentou vários obstáculos. Esta mudança não é fácil. *Jon Kolko é o vice-presidente de design da Blackboard, uma empresa de software educativo; fundador e diretor do Centro de Austin para o projeto; e autor de “Como usar a empatia para criar produtos, pessoas, amor” (HBR Press, 2014).

21 de agosto de 2015