Evolução sem limites: a Blackboard adota o código aberto

Por Ray Henderson Evolução Sem Limites No passado, os biólogos evolutivos acreditavam largamente que a alteração nos organismos ocorria em uma cadeia tranquila de mudanças contínuas no decorrer do tempo. Nas últimas décadas, essa noção foi questionada por uma nova visão de que o registro natural mostra longos períodos de estase interrompidos por momentos repentinos de transformação. É uma satisfação comunicar que, após anos de transformação modesta, mas importante, estamos anunciando hoje uma evolução substancial na Blackboard. Contexto de Nossa Evolução Nos últimos dois anos, atualizamos nossa visão da educação e de nosso papel transformador em seu âmbito. Acrescentamos uma gama tanto de programas de informática quanto de serviços ao nosso portfólio, refletindo um enfoque mais amplo – no ciclo de vida completo do estudante dentro das instituições às quais atendemos, ao invés de apenas lições de casa online e o fluxo de trabalho relacionado. Blackboard Collaborate é agora a plataforma líder para o aprendizado e colaboração sincrônicos. Blackboard Analytics fornece o produto de inteligência acadêmica e empresarial mais robusto do mercado. Os produtos Blackboard Mobile surgiram rapidamente e definiram o ritmo tanto do mobile learning (ensino através do celular) quanto dos produtos comunitários. Nós criamos a maior e mais sofisticada organização de serviços educacionais do setor e fornecemos uma ampla gama de serviços terceirizados para estudantes desde a matrícula até a administração de auxílio financeiro e assistência 24 horas por dia. Combinados com um aprimoramento significativo de nossos princípios de atenção ao cliente e abertura tecnológica, esses esforços estão reinventado a nossa imagem no mercado. No espaço de poucos anos, diversificamos bastante os nossos produtos e receitas. Creio que agora estamos na melhor posição para realizarmos a visão de nós mesmos como provedores de soluções educacionais. Possuímos, no momento, uma valiosa e inigualável coleção de recursos e saberes e um histórico invejável de sucesso na prestação de serviços essenciais à missão de educar. Assim sendo, é natural que, à medida que damos maior enfoque às soluções institucionais e nossos produtos e receitas diversificam-se, reexaminemos as nossas ofertas de produtos. E é natural também que comecemos com o nosso conjunto de sistemas de gerenciamento do ensino. Esta é a nossa qualidade histórica e um elemento-chave na plataforma de soluções para a maioria das instituições. Quase todos os analistas afirmam que este é um mercado que está passando por uma grande transformação. Nós concordamos. E, além disso, acreditamos que o novo aspecto mais importante que está moldando o mercado de sistemas de gerenciamento da educação (LMS) atualmente é a aceitação crescente do software de código aberto. Ainda que vários produtos comerciais tenham tido um impacto marginal, as plataformas de LMS têm apresentado um impacto dramático sobre a adoção desse sistema em nível global. O Moodle, em particular, já foi atualmente adotado milhares de vezes, a maioria sendo instituições com preocupação ambiental que passam para o ensino online. A iniciativa de código comunitário Sakai tem apresentado um impacto desproporcional em instituições de pesquisa, particularmente na América do Norte. Os defensores do código aberto demonstram os seus benefícios no modelo de desenvolvimento tecnológico, gestão de risco, envolvimento da comunidade e no fato de se evitarem as taxas de licença. Como fornecedores comerciais, destacamos os benefícios da adaptação ao modelo proprietário tradicional com padrões abertos e APIs abertas. Um modelo onde uma comunidade apropriadamente assistida preste uma contribuição direta ao desenvolvimento do produto, mas sem o ônus da execução, oferecendo um suporte subsidiado ao cliente que seja mais proficiente e personalizado para clientes específicos. Ambos os modelos certamente funcionam, mas a escolha sobre qual é o melhor depende das metas definidas pela instituição. Assim, considerando tudo isso, nossa mudança estratégica para um enfoque no ciclo de vida completo do aluno, ao invés de no nicho do LMS, levanta uma questão importante: devemos expandir nossas ofertas para incluir múltiplos produtos de LMS, particularmente os produtos de código aberto que vêm sendo adotados mais amplamente agora? Nossa resposta é sim. A jogada da Blackboard no longo prazo é levar para um número maior de instituições todas as nossas soluções para o ciclo de vida do aluno. Assim, expandiremos o nosso ladder de produtos para realizarmos nossas ambições. E, dessa forma, relegaremos a época em que havia uma só opção de LMS à nossa adolescência. A Blackboard adota o código aberto O cabeçalho acima deste parágrafo pode parecer esquisito. Mas garanto que o que vocês irão ler a seguir pode soar ainda mais estranho. Não se trata de um mero namorico com o código aberto, mas, sim, um mergulho de corpo inteiro na piscina. Moodle: Observei acima que o Moodle tem uma grande quantidade de seguidores ao redor do mundo. Algumas instituições que preferem o Moodle, têm infraestrutura e profissionais para executá-lo de forma confiável sem ajuda. Já outras, não, inclusive muitos clientes de produtos da Blackboard que não são de LMS. Um bom número de firmas de serviços surgiu para preencher este nicho do mercado e os ganhos de seu crescimento ajudam a financiar a organização que cria o produto Moodle. Hoje nós anunciamos a aquisição de duas destas firmas: Moodlerooms Inc., líder na América do Norte, e NetSpot Pty. Ltd., líder internacional em serviços Moodle, localizada na Austrália. Ambas têm um forte histórico de prestação de serviços Moodle com alta satisfação dos clientes. E, além disso, elas imediatamente adicionam serviços e produtos Moodle significativos à nossa linha, nos quais investiremos para expandir pelo mundo todo. Mas, enquanto essas firmas trazem produtos fortes, nossa escolha de parceiros para essa tarefa levou em consideração principalmente as pessoas. Reconhecemos a necessidade de guias confiáveis para esse novo território, com gente que possa comprometer-se a criar uma imagem positiva como um contribuidor útil, mas também um negócio próspero que sempre faça parte de uma ecologia sadia de códigos abertos. É um grande prazer comunicar que a liderança dessas organizações que irão nos ajudar ao longo do percurso inclui muitos líderes bastante respeitados da comunidade Moodle. O diretor-gerente da NetSpot, Allan Christie, uniu-se a nós junto com os seus principais representantes, Brett Buchel, Mark Drechsler, James Strong e Steve Watt. Da Moodlerooms vieram o diretor geral, Lou Pugliese, e o fundador, Tom Murdock, e também os meus antigos colaboradores da ANGEL, Dave Mills e Phill Miller. O primeiro ato desse time maravilhoso de consultores foi fazer a introdução do criador e fundador do Moodle, Martin Dougiamas. De fato, estou redigindo isto ao retornar de uma primeira reunião que Michael Chasen, a equipe e eu realizamos com ele em Perth, Austrália. Tenho certeza que foi um pouco surreal para todos os presentes, mas as nossas reuniões foram produtivas ao delinear áreas onde a Blackboard pode contribuir mais para o projeto Moodle ao iniciarmos a jornada. Nossa nova equipe Moodle tem uma visão a concretizar enquanto tentamos dar sustentação e aumentar a reputação da Moodlerooms e NetSpot dentro da comunidade Moodle. Sakai: Notei o lugar especial que a plataforma Sakai ocupa entre as principais instituições de pesquisa. Ainda que em menor número do que as adoções do Moodle, o segmento que a Sakai ocupa globalmente inclui instituições de grande importância estratégica para nós no longo prazo. Ao considerarmos quem poderia nos orientar melhor em nossa estratégia de aceitação dentro da comunidade Sakai, imediatamente pensamos em Chuck Severance. Chuck foi um dos fundadores do projeto Sakai e desfruta de uma merecida reputação nos círculos de tecnologia educacional tanto por seu insight tecnológico quanto por suas habilidades como um organizador de comunidades. Tenho o prazer de anunciar que Chuck uniu-se a nós para liderar o nosso esforço de desenvolver uma relação de apoio com a comunidade Sakai, definir como podemos contribuir para o desenvolvimento futuro de sua plataforma e auxiliar- nos a construir uma prática de serviços que seja adequada para as necessidades exclusivas dessa comunidade emergente. Vocês saberão mais sobre o papel e as iniciativas do Chuck nas próximas semanas. Nosso ladder de produtos multiplataforma e investimento na Bb Learn É claro que o nosso ladder de produtos de LMS tornou-se significativamente mais amplo. Nós temos uma oferta imediata nos produtos oferecidos pela Moodlerooms e NetSpot e um compromisso em criar uma oferta que satisfaça às necessidades exclusivas da comunidade Sakai. De forma conjunta, isso ampliará significativamente o número de instituições a quem podemos atender com o restante de nosso portfólio, agregando valor com a adição de produtos mais fortes, além de outros concebidos para respaldar as necessidades de uma instituição voltada à pesquisa. Essas novas plataformas unem-se à nossa plataforma fundamental Blackboard Learn no ladder de produtos. O ensino permanece como o principal produto que exibimos. Ela continua a apresentar crescimento tanto no número de usuários a quem ela atende globalmente quanto em sua importância no fornecimento de uma plataforma essencial à nossa missão. Nossa clientela migrou rapidamente para a nossa última plataforma, a Blackboard Learn 9.1, já que sua reputação de estabilidade e qualidade levou os nossos clientes a adotarem-na mais rapidamente do que qualquer versão anterior de LMS que já produzimos. E, à medida que marcamos nosso renascimento em termos de usabilidade com o 9.1 SP8 – “O Ocho” – sua adoção tornou-se ainda mais rápida. A grande maioria de nossos clientes da Learn já adotou o nosso produto mais recente. É um grande prazer observar que a satisfação de nossos clientes está agora mais elevada do que nunca e estamos presenciando o maior interesse externo que já vimos por parte daqueles que utilizam plataformas rivais. Nossa mensagem para os nossos clientes que utilizam a Learn é bem simples: o renascimento dessa plataforma que está ocorrendo com o Ocho continuará em ritmo acelerado. E, apesar de eu não desejar dar pistas aqui, tenho certeza que o que divulgaremos na BbWorld 2012, em Nova Orleans, irá comprovar para todos que o investimento nessa plataforma encontra- e em aceleração, e de uma maneira que irá agradar à nossa comunidade. Anúncios Especiais para os nossos clientes da ANGEL: Nossa plataforma ANGEL tem vários apoiadores fortes e continua a atender muito bem a muitas instituições. Hoje estamos anunciando mais investimentos para o benefício desta comunidade e de suas futuras escolhas de plataforma de LMS. Em primeiro lugar, tivemos um grande número de clientes pedindo que prolongássemos a vida da plataforma e hoje anunciamos que faremos isso. Estenderemos o suporte e a manutenção no mesmo nível que os nossos clientes da ANGEL desfrutam atualmente. E mais uma vez aviso que há anúncios especiais relacionados à ANGEL que comunicaremos em Nova Orleans. Em segundo lugar, reiterarei que as funcionalidades inspiradas na ANGEL estão sendo desenvolvidas em nosso produto 9.1 em ritmo ainda mais acelerado. Mas nossos clientes da ANGEL poderão esperar algo novo: também iremos apresentar funcionalidades inspiradas na ANGEL na plataforma Moodle como parte de nosso novo laddering de produtos. Estamos determinados a garantir que o nosso ladder de produtos ofereça a melhor gama de opções para os nossos clientes da ANGEL visando às suas necessidades futuras. Nossas primeiras palavras dentro das novas comunidades Entendemos que os nossos anúncios neste dia poderão gerar diversas reações. Os participantes de longa data das comunidades de código aberto podem estar preocupados com nossas intenções corporativas e como nos comportaremos, visto que somos guiados por um interesse pelo crescimento empresarial. Igualmente para aqueles que são clientes das firmas que adquirimos, é natural que haja preocupações a respeito de nosso ingresso na comunidade e nossa realização dos compromissos feitos a eles pelas companhias e pessoas que agora se uniram a nós. Simplificando, nossa posição diante da comunidade de código aberto não difere daquela com a qual inicialmente me deparei quando era uma nova voz na Blackboard, em 2009. Naquela época, eu esperava convencer uma plateia cética de que iríamos passar por uma transformação voltada para uma maior abertura de nossa plataforma e que a seguir iríamos nos tornar um dos principais líderes do setor na implementação de padrões abertos da área. Também estava tentando convencer uma plateia cética de que aprenderíamos com as lições do passado sobre como continuar com as tradições de excelente atendimento ao cliente. Não só manteríamos os altos níveis de serviço na ANGEL, eu prometi, mas iríamos reconstruir a reputação de serviço da Blackboard para fazê-la entrar em sintonia com o modelo que desenvolvemos da ANGEL. Muitos no setor conprovaram a nossa boa fé em relação a esses compromissos. E, como as ações materializaram-se, os céticos cederam. E então recomeçamos o ciclo com algumas palavras sobre compromisso. Para as Comunidades que mantêm o Moodle e Sakai: Nossos anúncios no dia de hoje são motivados pela crença de que podemos contribuir positivamente para esses projetos diante da comunidade, enquanto continuamos a construir um negócio viável ao redor deles. Tal reconhecimento levou-nos a adquirir guias que conhecem suas respectivas veredas e máximas e que fielmente orientarão nossa conduta corporativa, preservando suas reputações durante o processo. Sabemos que nossa boa posição requer tanto suporte financeiro quanto contribuição mútua e estamos preparados para realizar ambos. Já estamos buscando ideias da liderança dessas organizações sobre quais contribuições seriam mais valiosas para a comunidade. Clientes da Moodlerooms e NetSpot: Nossa primeira obrigação para com vocês é sua experiência positiva contínua. Sabemos que estamos ingressando em um momento importantíssimo para as primeiras impressões. Saibam que começamos dando o melhor de nós para manter as pessoas que os atraíram com suas ideias e serviços inicialmente. E saibam que seus líderes estarão ativamente auxiliando os nossos na confirmação de nossos passos nesta nova direção. Estamos começando a definir juntos um novo capítulo para a Blackboard, influenciados por ideias no âmbito de suas culturas que atraíram os educadores e ajudaram-nas a prosperar. E assim como adotamos as tradições da ANGEL, ansiamos por este desafio positivo em relação aos nossos métodos e a energia positiva que isso nos trará para resolver os problemas dos educadores. Conclusão: As coisas serão diferentes, porém melhores para o mercado. Muito se fala sobre a ruptura no mercado de LMS, citando alterações marginais nas fatias do mercado de LMS. Nossa própria visão de ruptura é menos a respeito do que ocorre dentro do mercado de LMS e mais sobre o que ocorre amplamente na paisagem educacional. A extensão de nosso ladder de produtos de LMS permite que um maior número de instituições considere a Blackboard um parceiro essencial no alcance de sua visão tecnológica estratégica, seja para o ensino tradicional, híbrido ou programas online puros. Creio ser importante considerar o que mercado obtém com esta evolução da Blackboard. Ao invés de mais uma companhia orientada para o LMS, ele obtém uma firma focada no auxílio a instituições para resolver os problemas mais árduos da educação de forma abrangente. A gama de tecnologias que devem ser reunidas para criar uma solução para as instituições atualmente é mais abrangente e mais complexa do que antes. Ao invés de apresentarmos obstáculos, impondo um limite a quais produtos nós mantemos, estamos demonstrando o nosso comprometimento com a parceria institucional ao ampliarmos o nosso alcance, expandindo opções e reduzindo os requisitos para alterações, o que mostra que ouvimos as nossas bases a respeito do que elas precisam de seus parceiros. Deixarei vocês com uma primeira história que clarifica que esta transição é real, também compartilhando um pouco da estranheza dos cabeçalhos que vocês verão a respeito de como o nosso negócio mudará nos próximos anos. Recentemente, a Universidade da Califórnia buscou um parceiro para ajudá-la a criar uma iniciativa online abrangente para a universidade pela primeira vez. Eles precisavam de serviços para todo o ciclo de vida, desde a ajuda para estabelecerem uma marca online para o marketing estudantil, matrícula e suporte ao usuário final, tanto na plataforma Sakai quanto Moodle. O alcance dessa solicitação ia muito além do que uma firma tradicional de LMS podia fazer, sendo mais comum para empresas de programas terceirizadas que exigem contratos de 10 anos e um percentual das mensalidades – algo que a universidade esperava evitar. Prevendo essa mudança, projetamos uma solução que tiraria máxima vantagem de nossa nova direção, orientando-a sobre plataformas diferentes da nossa e dando à universidade flexibilidade para terceirizar algumas funções que faltavam, sem compromissos onerosos de prazo ou da mensalidade futura à medida que eles desenvolviam o seu programa. E, assim, o que ocorreu foi que a Universidade da Califórnia selecionou a Blackboard para construir e dar suporte aos seus cursos online que seriam apresentados no Sakai e Moodle. Esperamos ansiosamente por outros cabeçalhos não convencionais no próximo ano. E convidamos a todos a reconsiderarem a caricatura da Blackboard que talvez tenha ficado gravada no firmware de anosanteriores. Vamos “pensar diferente” sobre o nosso lugar no mercado de ensino. Cordialmente, Ray Ray Henderson Diretor de Tecnologia e Presidente, Plataformas Acadêmicas Blackboard Inc. ray@blackboard.com twitter: @readmeray

Evolução sem limites: a Blackboard adota o código aberto

Por Ray Henderson Evolução Sem Limites No passado, os biólogos evolutivos acreditavam largamente que a alteração nos organismos ocorria em uma cadeia tranquila de mudanças contínuas no decorrer do tempo. Nas últimas décadas, essa noção foi questionada por uma nova visão de que o registro natural mostra longos períodos de estase interrompidos por momentos repentinos de transformação. É uma satisfação comunicar que, após anos de transformação modesta, mas importante, estamos anunciando hoje uma evolução substancial na Blackboard. Contexto de Nossa Evolução Nos últimos dois anos, atualizamos nossa visão da educação e de nosso papel transformador em seu âmbito. Acrescentamos uma gama tanto de programas de informática quanto de serviços ao nosso portfólio, refletindo um enfoque mais amplo – no ciclo de vida completo do estudante dentro das instituições às quais atendemos, ao invés de apenas lições de casa online e o fluxo de trabalho relacionado. Blackboard Collaborate é agora a plataforma líder para o aprendizado e colaboração sincrônicos. Blackboard Analytics fornece o produto de inteligência acadêmica e empresarial mais robusto do mercado. Os produtos Blackboard Mobile surgiram rapidamente e definiram o ritmo tanto do mobile learning (ensino através do celular) quanto dos produtos comunitários. Nós criamos a maior e mais sofisticada organização de serviços educacionais do setor e fornecemos uma ampla gama de serviços terceirizados para estudantes desde a matrícula até a administração de auxílio financeiro e assistência 24 horas por dia. Combinados com um aprimoramento significativo de nossos princípios de atenção ao cliente e abertura tecnológica, esses esforços estão reinventado a nossa imagem no mercado. No espaço de poucos anos, diversificamos bastante os nossos produtos e receitas. Creio que agora estamos na melhor posição para realizarmos a visão de nós mesmos como provedores de soluções educacionais. Possuímos, no momento, uma valiosa e inigualável coleção de recursos e saberes e um histórico invejável de sucesso na prestação de serviços essenciais à missão de educar. Assim sendo, é natural que, à medida que damos maior enfoque às soluções institucionais e nossos produtos e receitas diversificam-se, reexaminemos as nossas ofertas de produtos. E é natural também que comecemos com o nosso conjunto de sistemas de gerenciamento do ensino. Esta é a nossa qualidade histórica e um elemento-chave na plataforma de soluções para a maioria das instituições. Quase todos os analistas afirmam que este é um mercado que está passando por uma grande transformação. Nós concordamos. E, além disso, acreditamos que o novo aspecto mais importante que está moldando o mercado de sistemas de gerenciamento da educação (LMS) atualmente é a aceitação crescente do software de código aberto. Ainda que vários produtos comerciais tenham tido um impacto marginal, as plataformas de LMS têm apresentado um impacto dramático sobre a adoção desse sistema em nível global. O Moodle, em particular, já foi atualmente adotado milhares de vezes, a maioria sendo instituições com preocupação ambiental que passam para o ensino online. A iniciativa de código comunitário Sakai tem apresentado um impacto desproporcional em instituições de pesquisa, particularmente na América do Norte. Os defensores do código aberto demonstram os seus benefícios no modelo de desenvolvimento tecnológico, gestão de risco, envolvimento da comunidade e no fato de se evitarem as taxas de licença. Como fornecedores comerciais, destacamos os benefícios da adaptação ao modelo proprietário tradicional com padrões abertos e APIs abertas. Um modelo onde uma comunidade apropriadamente assistida preste uma contribuição direta ao desenvolvimento do produto, mas sem o ônus da execução, oferecendo um suporte subsidiado ao cliente que seja mais proficiente e personalizado para clientes específicos. Ambos os modelos certamente funcionam, mas a escolha sobre qual é o melhor depende das metas definidas pela instituição. Assim, considerando tudo isso, nossa mudança estratégica para um enfoque no ciclo de vida completo do aluno, ao invés de no nicho do LMS, levanta uma questão importante: devemos expandir nossas ofertas para incluir múltiplos produtos de LMS, particularmente os produtos de código aberto que vêm sendo adotados mais amplamente agora? Nossa resposta é sim. A jogada da Blackboard no longo prazo é levar para um número maior de instituições todas as nossas soluções para o ciclo de vida do aluno. Assim, expandiremos o nosso ladder de produtos para realizarmos nossas ambições. E, dessa forma, relegaremos a época em que havia uma só opção de LMS à nossa adolescência. A Blackboard adota o código aberto O cabeçalho acima deste parágrafo pode parecer esquisito. Mas garanto que o que vocês irão ler a seguir pode soar ainda mais estranho. Não se trata de um mero namorico com o código aberto, mas, sim, um mergulho de corpo inteiro na piscina. Moodle: Observei acima que o Moodle tem uma grande quantidade de seguidores ao redor do mundo. Algumas instituições que preferem o Moodle, têm infraestrutura e profissionais para executá-lo de forma confiável sem ajuda. Já outras, não, inclusive muitos clientes de produtos da Blackboard que não são de LMS. Um bom número de firmas de serviços surgiu para preencher este nicho do mercado e os ganhos de seu crescimento ajudam a financiar a organização que cria o produto Moodle. Hoje nós anunciamos a aquisição de duas destas firmas: Moodlerooms Inc., líder na América do Norte, e NetSpot Pty. Ltd., líder internacional em serviços Moodle, localizada na Austrália. Ambas têm um forte histórico de prestação de serviços Moodle com alta satisfação dos clientes. E, além disso, elas imediatamente adicionam serviços e produtos Moodle significativos à nossa linha, nos quais investiremos para expandir pelo mundo todo. Mas, enquanto essas firmas trazem produtos fortes, nossa escolha de parceiros para essa tarefa levou em consideração principalmente as pessoas. Reconhecemos a necessidade de guias confiáveis para esse novo território, com gente que possa comprometer-se a criar uma imagem positiva como um contribuidor útil, mas também um negócio próspero que sempre faça parte de uma ecologia sadia de códigos abertos. É um grande prazer comunicar que a liderança dessas organizações que irão nos ajudar ao longo do percurso inclui muitos líderes bastante respeitados da comunidade Moodle. O diretor-gerente da NetSpot, Allan Christie, uniu-se a nós junto com os seus principais representantes, Brett Buchel, Mark Drechsler, James Strong e Steve Watt. Da Moodlerooms vieram o diretor geral, Lou Pugliese, e o fundador, Tom Murdock, e também os meus antigos colaboradores da ANGEL, Dave Mills e Phill Miller. O primeiro ato desse time maravilhoso de consultores foi fazer a introdução do criador e fundador do Moodle, Martin Dougiamas. De fato, estou redigindo isto ao retornar de uma primeira reunião que Michael Chasen, a equipe e eu realizamos com ele em Perth, Austrália. Tenho certeza que foi um pouco surreal para todos os presentes, mas as nossas reuniões foram produtivas ao delinear áreas onde a Blackboard pode contribuir mais para o projeto Moodle ao iniciarmos a jornada. Nossa nova equipe Moodle tem uma visão a concretizar enquanto tentamos dar sustentação e aumentar a reputação da Moodlerooms e NetSpot dentro da comunidade Moodle. Sakai: Notei o lugar especial que a plataforma Sakai ocupa entre as principais instituições de pesquisa. Ainda que em menor número do que as adoções do Moodle, o segmento que a Sakai ocupa globalmente inclui instituições de grande importância estratégica para nós no longo prazo. Ao considerarmos quem poderia nos orientar melhor em nossa estratégia de aceitação dentro da comunidade Sakai, imediatamente pensamos em Chuck Severance. Chuck foi um dos fundadores do projeto Sakai e desfruta de uma merecida reputação nos círculos de tecnologia educacional tanto por seu insight tecnológico quanto por suas habilidades como um organizador de comunidades. Tenho o prazer de anunciar que Chuck uniu-se a nós para liderar o nosso esforço de desenvolver uma relação de apoio com a comunidade Sakai, definir como podemos contribuir para o desenvolvimento futuro de sua plataforma e auxiliar- nos a construir uma prática de serviços que seja adequada para as necessidades exclusivas dessa comunidade emergente. Vocês saberão mais sobre o papel e as iniciativas do Chuck nas próximas semanas. Nosso ladder de produtos multiplataforma e investimento na Bb Learn É claro que o nosso ladder de produtos de LMS tornou-se significativamente mais amplo. Nós temos uma oferta imediata nos produtos oferecidos pela Moodlerooms e NetSpot e um compromisso em criar uma oferta que satisfaça às necessidades exclusivas da comunidade Sakai. De forma conjunta, isso ampliará significativamente o número de instituições a quem podemos atender com o restante de nosso portfólio, agregando valor com a adição de produtos mais fortes, além de outros concebidos para respaldar as necessidades de uma instituição voltada à pesquisa. Essas novas plataformas unem-se à nossa plataforma fundamental Blackboard Learn no ladder de produtos. O ensino permanece como o principal produto que exibimos. Ela continua a apresentar crescimento tanto no número de usuários a quem ela atende globalmente quanto em sua importância no fornecimento de uma plataforma essencial à nossa missão. Nossa clientela migrou rapidamente para a nossa última plataforma, a Blackboard Learn 9.1, já que sua reputação de estabilidade e qualidade levou os nossos clientes a adotarem-na mais rapidamente do que qualquer versão anterior de LMS que já produzimos. E, à medida que marcamos nosso renascimento em termos de usabilidade com o 9.1 SP8 – “O Ocho” – sua adoção tornou-se ainda mais rápida. A grande maioria de nossos clientes da Learn já adotou o nosso produto mais recente. É um grande prazer observar que a satisfação de nossos clientes está agora mais elevada do que nunca e estamos presenciando o maior interesse externo que já vimos por parte daqueles que utilizam plataformas rivais. Nossa mensagem para os nossos clientes que utilizam a Learn é bem simples: o renascimento dessa plataforma que está ocorrendo com o Ocho continuará em ritmo acelerado. E, apesar de eu não desejar dar pistas aqui, tenho certeza que o que divulgaremos na BbWorld 2012, em Nova Orleans, irá comprovar para todos que o investimento nessa plataforma encontra- e em aceleração, e de uma maneira que irá agradar à nossa comunidade. Anúncios Especiais para os nossos clientes da ANGEL: Nossa plataforma ANGEL tem vários apoiadores fortes e continua a atender muito bem a muitas instituições. Hoje estamos anunciando mais investimentos para o benefício desta comunidade e de suas futuras escolhas de plataforma de LMS. Em primeiro lugar, tivemos um grande número de clientes pedindo que prolongássemos a vida da plataforma e hoje anunciamos que faremos isso. Estenderemos o suporte e a manutenção no mesmo nível que os nossos clientes da ANGEL desfrutam atualmente. E mais uma vez aviso que há anúncios especiais relacionados à ANGEL que comunicaremos em Nova Orleans. Em segundo lugar, reiterarei que as funcionalidades inspiradas na ANGEL estão sendo desenvolvidas em nosso produto 9.1 em ritmo ainda mais acelerado. Mas nossos clientes da ANGEL poderão esperar algo novo: também iremos apresentar funcionalidades inspiradas na ANGEL na plataforma Moodle como parte de nosso novo laddering de produtos. Estamos determinados a garantir que o nosso ladder de produtos ofereça a melhor gama de opções para os nossos clientes da ANGEL visando às suas necessidades futuras. Nossas primeiras palavras dentro das novas comunidades Entendemos que os nossos anúncios neste dia poderão gerar diversas reações. Os participantes de longa data das comunidades de código aberto podem estar preocupados com nossas intenções corporativas e como nos comportaremos, visto que somos guiados por um interesse pelo crescimento empresarial. Igualmente para aqueles que são clientes das firmas que adquirimos, é natural que haja preocupações a respeito de nosso ingresso na comunidade e nossa realização dos compromissos feitos a eles pelas companhias e pessoas que agora se uniram a nós. Simplificando, nossa posição diante da comunidade de código aberto não difere daquela com a qual inicialmente me deparei quando era uma nova voz na Blackboard, em 2009. Naquela época, eu esperava convencer uma plateia cética de que iríamos passar por uma transformação voltada para uma maior abertura de nossa plataforma e que a seguir iríamos nos tornar um dos principais líderes do setor na implementação de padrões abertos da área. Também estava tentando convencer uma plateia cética de que aprenderíamos com as lições do passado sobre como continuar com as tradições de excelente atendimento ao cliente. Não só manteríamos os altos níveis de serviço na ANGEL, eu prometi, mas iríamos reconstruir a reputação de serviço da Blackboard para fazê-la entrar em sintonia com o modelo que desenvolvemos da ANGEL. Muitos no setor conprovaram a nossa boa fé em relação a esses compromissos. E, como as ações materializaram-se, os céticos cederam. E então recomeçamos o ciclo com algumas palavras sobre compromisso. Para as Comunidades que mantêm o Moodle e Sakai: Nossos anúncios no dia de hoje são motivados pela crença de que podemos contribuir positivamente para esses projetos diante da comunidade, enquanto continuamos a construir um negócio viável ao redor deles. Tal reconhecimento levou-nos a adquirir guias que conhecem suas respectivas veredas e máximas e que fielmente orientarão nossa conduta corporativa, preservando suas reputações durante o processo. Sabemos que nossa boa posição requer tanto suporte financeiro quanto contribuição mútua e estamos preparados para realizar ambos. Já estamos buscando ideias da liderança dessas organizações sobre quais contribuições seriam mais valiosas para a comunidade. Clientes da Moodlerooms e NetSpot: Nossa primeira obrigação para com vocês é sua experiência positiva contínua. Sabemos que estamos ingressando em um momento importantíssimo para as primeiras impressões. Saibam que começamos dando o melhor de nós para manter as pessoas que os atraíram com suas ideias e serviços inicialmente. E saibam que seus líderes estarão ativamente auxiliando os nossos na confirmação de nossos passos nesta nova direção. Estamos começando a definir juntos um novo capítulo para a Blackboard, influenciados por ideias no âmbito de suas culturas que atraíram os educadores e ajudaram-nas a prosperar. E assim como adotamos as tradições da ANGEL, ansiamos por este desafio positivo em relação aos nossos métodos e a energia positiva que isso nos trará para resolver os problemas dos educadores. Conclusão: As coisas serão diferentes, porém melhores para o mercado. Muito se fala sobre a ruptura no mercado de LMS, citando alterações marginais nas fatias do mercado de LMS. Nossa própria visão de ruptura é menos a respeito do que ocorre dentro do mercado de LMS e mais sobre o que ocorre amplamente na paisagem educacional. A extensão de nosso ladder de produtos de LMS permite que um maior número de instituições considere a Blackboard um parceiro essencial no alcance de sua visão tecnológica estratégica, seja para o ensino tradicional, híbrido ou programas online puros. Creio ser importante considerar o que mercado obtém com esta evolução da Blackboard. Ao invés de mais uma companhia orientada para o LMS, ele obtém uma firma focada no auxílio a instituições para resolver os problemas mais árduos da educação de forma abrangente. A gama de tecnologias que devem ser reunidas para criar uma solução para as instituições atualmente é mais abrangente e mais complexa do que antes. Ao invés de apresentarmos obstáculos, impondo um limite a quais produtos nós mantemos, estamos demonstrando o nosso comprometimento com a parceria institucional ao ampliarmos o nosso alcance, expandindo opções e reduzindo os requisitos para alterações, o que mostra que ouvimos as nossas bases a respeito do que elas precisam de seus parceiros. Deixarei vocês com uma primeira história que clarifica que esta transição é real, também compartilhando um pouco da estranheza dos cabeçalhos que vocês verão a respeito de como o nosso negócio mudará nos próximos anos. Recentemente, a Universidade da Califórnia buscou um parceiro para ajudá-la a criar uma iniciativa online abrangente para a universidade pela primeira vez. Eles precisavam de serviços para todo o ciclo de vida, desde a ajuda para estabelecerem uma marca online para o marketing estudantil, matrícula e suporte ao usuário final, tanto na plataforma Sakai quanto Moodle. O alcance dessa solicitação ia muito além do que uma firma tradicional de LMS podia fazer, sendo mais comum para empresas de programas terceirizadas que exigem contratos de 10 anos e um percentual das mensalidades – algo que a universidade esperava evitar. Prevendo essa mudança, projetamos uma solução que tiraria máxima vantagem de nossa nova direção, orientando-a sobre plataformas diferentes da nossa e dando à universidade flexibilidade para terceirizar algumas funções que faltavam, sem compromissos onerosos de prazo ou da mensalidade futura à medida que eles desenvolviam o seu programa. E, assim, o que ocorreu foi que a Universidade da Califórnia selecionou a Blackboard para construir e dar suporte aos seus cursos online que seriam apresentados no Sakai e Moodle. Esperamos ansiosamente por outros cabeçalhos não convencionais no próximo ano. E convidamos a todos a reconsiderarem a caricatura da Blackboard que talvez tenha ficado gravada no firmware de anosanteriores. Vamos “pensar diferente” sobre o nosso lugar no mercado de ensino. Cordialmente, Ray Ray Henderson Diretor de Tecnologia e Presidente, Plataformas Acadêmicas Blackboard Inc. ray@blackboard.com twitter: @readmeray

28 de Março de 2012

Blackboard Day em Belo Horizonte: nova data, dia 22 de março

Já ocorreu o primeiro Blackboard Day de 2012 em Curitiba. No dia 22 de março será a vez de Belo Horizonte receber o evento que busca apontar novos caminhos para a tecnologia na educação e apresentar as soluções da Blackboard para melhorar a experiência de ensino. O evento será realizado no Ouro Minas Palace Hotel (Rua Cristiano Machado, 4001, Ipiranga), a partir das 8h da manhã do dia 22. Na programação do Blackboard Day Belo Horizonte estão a ESPM, apresentando seu histórico de implantação do sistema Blackboard e integração com outros sistemas da instituição para o ensino online, e também o case da Anhembi Morumbi falando sobre as tecnologias de aprendizado em ambientes online. E ainda haverá uma apresentação da Blackboard sobre as transformações da experiência da educação através de suas ferramentas. Para participar do Blackboard Day, basta realizar sua inscrição no site do evento. Confira toda a programação.

12 de Março de 2012

CourseSites da Blackboard está na Open Education Week

Durante essa semana, até o dia 10, está acontecendo no mundo acadêmico o Open Education Week, um evento organizado pelo OpenCourseWare Consortium, que reúne 200 instituições de ensino no mundo todo, para falar sobre os benefícios do compartilhamento livre e aberto na educação. O evento traz projetos, cases, oficinas e recursos para debater o que está sendo feito dentro da área para facilitar o acesso à educação e discutir o futuro desse movimento. Dentro da programação do Open Education Week está o CourseSites, a plataforma da Blackboard para a criação gratuita de cursos no ambiente online. No dia 8, quinta-feira, Jarl Jonas realizará um webinar apresentando o CourseSites, falando sobre como a plataforma oferece fácil acesso às tecnologias de educação para criar um curso online e compartilhá-lo com a comunidade acadêmica. O CourseSites permite a criação de até 5 cursos online, com as principais ferramentas da Blackboard para engajar alunos, compartilhar material e criar ambientes de discussão online. Ele ainda traz recursos para avaliar o desempenho dos alunos e gerenciar notas. O CourseSites é uma plataforma que contribui com a Educação Aberta, dando acesso livre a material educativo e permitindo seu compartilhamento. Conheça mais sobre a plataforma, e acesse o site da Open Education Week para saber como participar do webinar do CourseSites.

7 de Março de 2012

Blackboard lança solução para aprimorar o desenvolvimento didático

A Blackboard anunciou no dia 22, em Washington, o lançamento oficial do Blackboard Developmental Education (Blackboard DevEd), uma abordagem inovadora voltada para a melhoria dos resultados dos estudantes e para o aumento das taxas de conclusão de curso em uma área na qual muitas instituições vêm encontrando dificuldades. A solução, que começou a ser testada em programas piloto por várias instituições durante o segundo semestre de 2011, inclui agora ferramentas pré-instaladas de avaliação e de análise estatística, que permitem aos instrutores dos cursos personalizarem ainda mais seus métodos didáticos. Nas instituições que conduziram os programas piloto, 91% dos estudantes participantes declararam estar satisfeitos com o curso em geral, e 75% consideraram o curso online mais envolvente do que um tradicional. Muitas dessas instituições ampliaram a utilização da solução, fazendo com que o número de matrículas, em alguns casos, dobrassem no primeiro semestre. Os cursos Blackboard DevEd são ministrados por instrutores experientes, cujo trabalho é monitorado por mentores que atuam como representantes do programa na universidade. Ao lançar a solução, a Blackboard aprimorou a oferta com a integração do A+dvancer, uma robusta ferramenta de avaliação que ajuda os instrutores a personalizarem a sua abordagem frente aos pontos fortes e fracos de cada estudante, com base na publicação de resultados em testes. Esse foco ampliado na avaliação confere aos instrutores e aos mentores acesso a relatórios em tempo real e a análises sobre a atividade e o progresso dos estudantes. “Enquanto muitos dos nossos estudantes se destacam academicamente em certas áreas de estudo, alguns ainda necessitam de instrução para o seu desenvolvimento em outras áreas”, afirmou Kara Monroe, Vice-Reitora Assistente do Centro de Tecnologia Instrucional do Ivy Tech Community College. “Com seu método flexível e envolvente, o Blackboard Developmental Education é uma ferramenta eficaz para os nossos estudantes. Por ele fornecer dados em tempo real sobre o progresso dos estudantes, ficamos mais aptos do que nunca a fazer quaisquer alterações didáticas que impulsionem o seu sucesso acadêmico, comparando-se com os tradicionais cursos de remediação de que dispúnhamos anteriormente.” O Blackboard DevEd permite que os estudantes migrem mais cedo dos cursos de desenvolvimento para os cursos que conferem créditos, e por meio de uma parceria com o Internships.com, as instituições dispõem da opção de integrar ferramentas de planejamento e construção de carreiras diretamente em sua plataforma Blackboard Learn, permitindo, assim, que eles aprofundem o seu desenvolvimento profissional. “As instituições enfrentam o desafio de fornecer programas eficientes e efetivos de desenvolvimento, e estamos animados por promovermos uma solução totalmente online como nenhuma outra no mercado, a qual oferece aos estudantes a flexibilidade e o suporte que eles precisam”, declarou Matthew Small, Diretor do Departamento de Negócios da Blackboard. “O Blackboard Developmental Education traz ainda capacidades de avaliação inspiradoras e personalizadas para cada estudante, ajudando a garantir as realizações individuais. As taxas de sucesso já revelam que estamos no rumo certo, e esperamos ajudar as faculdades e as universidades a elevarem as taxas de conclusão de curso de seus estudantes.” O Blackboard DevEd foi desenvolvido para dar suporte a programas de desenvolvimento, políticas curriculares, exigências de curso e necessidades de avaliação já existentes em uma instituição. A solução atualmente inclui cursos para Matemática Integrada (pré-álgebra), Álgebra Básica e Álgebra Intermediária, três dos cursos de desenvolvimento mais frequentemente requisitados. A Blackboard planeja acrescentar um curso de Desenvolvimento em Língua Inglesa no segundo semestre. O produto, desenvolvido em parceria com a K12 Inc., alavanca as tecnologias didáticas, as ferramentas de colaboração e os serviços de suporte já destacados da Blackboard, e pode ser fornecido por meio da plataforma Blackboard Learn de uma instituição ou implantado como uma opção isolada para instituições que empregam outros sistemas de gestão de aprendizado. O suporte aos estudantes é fornecido através de sessões online individuais e sessões ao vivo por telefone com os instrutores de curso. O sistema A+dvancer College Readiness da K12 Inc. é projetado para fornecer um trabalho de curso individualizado para os estudantes, baseado em avaliações diagnósticas. Ele já foi utilizado em mais de 250 programas no Estados Unidos, incluindo remediação didática universitária, contato estudantil no Ensino Médio, educação básica de adultos, preparação tecnológica e programas de ponte preparatória.

2 de Março de 2012

Abertas as inscrições para o Blackboard Day

O mês de março vai ser da Blackboard! Três eventos já estão marcados e com as inscrições abertas, em Curitiba, Belo Horizonte e Recife. No dia 6 de março, no Hotel Bourbon de Curitiba, acontece o Blackboard Day, evento em que a Blackboard reúne seus cases de sucesso e apresenta as soluções de ensino e tecnologia para as instituições. Na programação, a ESPM e a Unicsul vão apresentar sua trajetória de implantação e uso das ferramentas da Blackboard. Também participará do evento Bruno Weiblen, Gerente Geral da Blackboard no Brasil, que irá falar sobre como as soluções da empresa transformam a experiência de educação. Para participar do evento, basta realizar a inscrição no site da Blackboard. Confira também a programação e horário das palestras e algumas informações sobre os próximos Blackboard Day de Belo Horizonte e Recife.

27 de Fevereiro de 2012

Os resultados de 2011 e o que a Blackboard reserva para 2012

Nesta carta publicada originalmente no blog de Ray Henderson, presidente da Blackboard Learn, ele comenta todos os avanços feitos nos produtos da Blackboard em 2011 e a avaliação daqueles que atuam juntamente com a empresa para desenvolver uma melhor experiência de educação, e ainda apresenta as novidades que reservamos para esse novo ano. Leia e saiba mais sobre como a Blackboard está aprimorando cada vez mais os seus produtos a fim de tornar a educação mais colaborativa e interativa. Carta aos clientes da Blackboard Ao longo de um ano, recebo inúmeros retornos com opiniões sobre como estamos indo – e-mails, reuniões com clientes, tuítes, etc. –, mas são as nossas enquetes sobre a satisfação dos clientes que me proporcionam a melhor visão geral quanto ao nosso progresso. São esses os números que eu estudo para saber como estamos trabalhando. Dentro do espírito de retrospectiva 2011, compartilharei algumas novidades sobre a direção apontada por essas enquetes, além de alguns marcos fundamentais que alcançamos esse ano nas áreas de conteúdo digital e educação aberta. Apresentarei também uma prévia das novidades que você pode esperar de nós para o início de 2012. Aprimorando a experiência Desde que cheguei à Blackboard, passamos a nos concentrar tremendamente no aprimoramento da qualidade de nossos produtos e serviços. Precisávamos melhorar bastante nessas áreas, e nos comprometemos profundamente com esse esforço ampliando o nosso quadro de funcionários, os nossos recursos e novos programas. De longe, esta tem sido a principal prioridade para nós enquanto companhia desde que cheguei à Blackboard. Os mais recentes resultados de nossas enquetes independentes mostram um progresso vertiginoso. Os níveis de satisfação dos clientes continuaram a sua trajetória ascendente. Em praticamente todas as áreas abrangidas pelos levantamentos, eles apresentaram uma grande alta em 2011, e encontram-se agora nos patamares mais altos desde que começamos a fazer essas medições. Elas incluem a nossa prestatividade enquanto organização de serviços, a transparência em nossas práticas de negócio, a estabilidade e a qualidade dos nossos produtos e o valor total que fornecemos às instituições que servimos. O mais encorajador é que o crescimento mais pronunciado se deu no número de clientes que nos recomendariam para um colega. Ainda que não tenhamos alcançado a meta absoluta que estabeleci para esse parâmetro, essa é uma confirmação estimulante de que nossos clientes estão testemunhando os benefícios do nosso foco no aprimoramento de nossos fundamentos e na execução de nossos compromissos. Não chega a ser surpresa que a curva indicando o percentual de clientes renovando suas relações conosco mostra uma saudável tendência de crescimento. Ambos esses indicadores enlevam o espírito de nossa equipe no exato momento em que ingressamos em 2012, prontos para levar ao mercado novas expressões daquilo que já tem sido visto nos últimos anos. O nosso próximo passo é a abertura – o “botão compartilhar” Abertura é um termo capcioso na área de tecnologia da educação atualmente. Algumas pessoas acham que ele é explorado demais por profissionais de marketing ávidos por tomarem parte de um “meme” positivo. Felizmente, somos julgados pelos fatos que indicam aquilo que nos tornamos, e também pelas novas possibilidades que oferecemos a nossos clientes e à indústria com relação ao que já foi feito previamente por qualquer empresa. Demonstramos um apoio consistente e vigoroso aos padrões educacionais abertos, à abertura de nossa plataforma e dos dados residentes nela e à interoperabilidade com outras plataformas, quer sejam comerciais ou de código aberto. No último trimestre do ano passado, revelamos a nossa mais recente meta no que tange à abertura. Em EDUCAUSE, viramos notícia no tema da abertura por dois motivos. Primeiro, demostramos um suporte nativo para Open Educational Resources (OER – Recursos Educacionais Abertos) em nossa plataforma didática CourseSites e apresentamos uma visão de como isso viria a alcançar todos os âmbitos da plataforma Blackboard Learn. Em segundo lugar, fizemos uma modificação retroativa dos termos de licença a fim de garantirmos aos nossos clientes uma latitude maior de uso do seu investimento em nossas plataformas, para que expandissem o seu alcance nas suas comunidades didáticas, como quer que eles as definissem. Nenhuma dessas medidas representou um ganho financeiro imediato para a Blackboard. Na verdade, elas terão um certo impacto financeiro negativo em nossas receitas advindas de licenciamentos. Mas o que nos atraiu nelas foi a possibilidade de nos alinharmos melhor à missão dos educadores que servimos. Um dos meus mentores, Tim O`Reilly, me deixou uma impressão duradoura com um de seus conselhos: para se criar uma grande companhia, o fundamental é “criar mais valor do que aquele que você captura”. Espero que esses investimentos em abertura e ainda outros por vir sejam encarados como exemplos desse espírito florescendo dentro da Blackboard. Plataforma Didática & Conteúdo Didático: melhores lado a lado. Em 2010, fizemos uma audaciosa declaração sobre o nosso desejo de inovar no uso do conteúdo didático no âmbito dos sistemas de gestão de aprendizado. Nossa parceria inicial com a McGraw-Hill chamou bastante a atenção, e no último ano expandimos o esforço com parcerias com todas as principais editoras no ramo da educação. Em 2011, também avançamos na forma de uma solução real, em escala: mais de 700 instituições ativaram um BuildingBlock que permite que instrutores e estudantes acessem as ferramentas e títulos da McGraw-Hill dentro do Balckboard Learn. O esforço implica uma mudança fundamental para uma área que não apresenta mudança alguma há uma década. Trata-se da forma mais elegante de integração entre plataforma e conteúdo em nosso ramo, e chegamos a ela com o benefício de centenas de títulos e com produtos amplamente usados, como o McGraw-Hill ConnectTM. Este mês trouxe a nós a primeira leva de informações na forma de uma enquete com usuários, mostrando que 95% dos participantes em nossas experiências de campo creem que a integração representa uma “melhoria significativa” em sua experiência com esse produto. Num mundo em que os clientes esperam que os seus tuítes apareçam magicamente em suas páginas no Facebook, é fácil compreender a expectativa de que o seu conteúdo didático enteja integrado à sua experiência de plataforma de aprendizado. Isso também marca um feito na parceria empresarial em torno das necessidades dos educadores e na colaboração para implementar usando padrões abertos para conteúdo e integração de sistema. O ano da tecnologia móvel Muita coisa aconteceu no campo do LMS (Sistema de Gestão de Aprendizado – Learning Management System), mas 2011 também foi um ano de transição do ponto de vista dos produtos. Fazia bastante tempo que a Blackboard era vista apenas como uma companhia de LMS. Mas esse ano, o conceito da Blackboard como uma líder no fornecimento de uma infinidade de produtos e serviços para as instituições foi reforçada por meio de uma série de exemplos. Novas versões dos nossos produtos Blackboard Connect e Blackboard Collaborate tiveram uma adoção significativa. E introduzimos importantes possibilidades novas com o Blackboard Analytics e o Blackboard Student Services. Porém, o exemplo mais emblemático vem da área móvel. Acho que o nosso trabalho nesse campo foi o mais inovador e o mais instigante que produzimos durante o ano. E é um ótimo exemplo de um novo conjunto de produtos que foi introduzido rapidamente, mas com uma execução sólida em escala, qualidade e suporte. Não é surpresa ver a forte adoção à medida que o mercado de aprendizado móvel e de aplicativos de serviços móveis ganham forma. Ou ver a enquete sobre Campus Computing confirmar que alguns desses fortes ganhos no compartilhamento enquanto experimentação passaram para o uso real. Uma prévia de 2012: análise de aprendizado, e um novo visual para o Blackboard Learn Seguindo em frente, não diminuímos nossos esforços em aprimorar continuamente os nossos fundamentos. Mas este ano nós também estabeleceremos um novo foco na inovação em algumas áreas importantes. Estamos trabalhando em inúmeros itens nos domínios social/móvel/analítico, que você irá conhecer em 2012, mas apresentaremos aqui uma prévia de dois itens importantes que estaremos engrenando nos primeiros meses do ano: * Um visual novo e abrangente para o Blackboard Learn: Acabamos aceitando aquilo que para mim eram críticas justas sobre a demora em aprimorar o visual nos últimos anos. Em um mercado com clientes cada vez mais sofisticados de interface de usuário, isso tem uma enorme importância. Novidades sobre um grande esforço de modernização em nossa interface de usuário vêm vazando em nosso programa beta, e é grande a demanda pela revelação. Está prestes a ser lançado o programa visualmente mais bonito que já introduzimos até hoje. Apelidado de “The Ocho” por nossa equipe, o Blackboard 9.1 Service Pack 8 está próximo. Suas curvas e convenções são todas concebidas para 2012. No entanto, ainda que a superfície vá ser retocada, as metáforas subjacentes permanecerão familiares aos muitos milhões de pessoas que usam o nosso programa todos os dias. Ele estará disponível durante todo esse semestre após alguns ajustes finais baseados em contribuições vindas da versão beta. * Um novo produto para análises: Acabamos de concluir um ano fantástico de crescimento para a nossa linha de produtos de análise, e contamos com mais de 150 clientes usando o nosso produto em produção. O interesse nativo em um aplicativo pré-instalado com integrações prontas para usar e com uma estrutura SIS revelaram-se tão intrigantes para a nossa comunidade quanto esperávamos. A participação em nosso programa beta para o nosso último módulo de análise, o Blackboard Analytics for Learn, foi robusta. Acabamos por confirmar que esse produto está fornecendo aos líderes didáticos uma visão sem precedentes sobre a atividade de aprendizado, e que ele está facilitando para eles o estabelecimento e a mensuração de metas didáticas em escala empresarial. A disponibilidade desse produto será anunciada dentro em breve. Espero que essa carta dê a você uma noção de como estamos nos saindo, e sobre o que há por vir este ano. Há muitas coisas que não estamos prontos a mencionar ainda, mas basta afirmar que este já promete ser o nosso melhor ano em termos de inovações nos produtos e serviços que oferecemos e em termos de desenvolvimento sustentável da abertura e da transparência que você aprendeu a esperar da Blackboard que estamos nos tornando. Como sempre, os seus comentários e suas perspectivas são bem-vindos – envie um e-mail para ray@blackboard.com. Saudações, Ray” *Afirmações quanto às nossas iniciativas de desenvolvimento de produtos, incluindo novos produtos e futuros upgrades, atualizações e melhorias, representam nossas intenções atuais, mas podem ser modificadas, adiadas ou abandonadas sem aviso prévio, e não há garantia de que tais ofertas, upgrades, atualizações ou funcionalidades venham a se tornar disponíveis, a menos e até que tenham sido disponibilizadas para os nossos clientes em geral.

7 de Fevereiro de 2012

Blackboard Webinar 2012 tem data marcada

No próximo dia 8, quarta-feira, a Blackboard irá realizar o Webinar 2012. No evento,  os engenheiros de soluções da Blackboard Alberto Emílio Maixner Filho e Humberto Aquino vão mostrar como instituições de ensino podem utilizar ao máximo as ferramentas da Blackboard para gerenciar conteúdos. O evento será realizado através da plataforma Blackboard Collaborate, a partir das 11h. Para participar, inscreva-se no site da Blackboard. Confira outros eventos da Blackboard no Brasil em 2012: Blackboard Day: Curitiba: 06/03 Belo Horizonte: 13/03 Recife: 20/03 Fórum de Educação Blackboard:  São Paulo: 12/04 e 13/09

7 de Fevereiro de 2012

Blackboard abre experiência de campo para Solução de Análise de Aprendizado em faculdades

Washignton – A Blackboard firmou parcerias com diversas universidades para testarem a sua nova solução de análise de aprendizado. As instituições servirão de piloto para a nova solução, a Blackboard Analytics for Blackboard Learn, e em troca fornecerão contribuições importantes para a companhia. A Blackboard planeja que a solução forneça uma visão completa sobre o ensino e o aprendizado, monitorando padrões de utilização e dados no sistema de gestão de aprendizado (LMS – learning management system) juntamente com informações sobre o sistema de informações dos estudantes. Os dados em tempo real e longitudinais gerados serão usados para ajudar a aumentar o engajamento dos estudantes, medir e aprimorar os resultados didáticos e avaliar a adoção e o uso de ferramentas de aprendizado online. Instituições como a University of Maryland, no condado de Baltimore, a Seton Hall University, a Grand Rapids Community College e a Montgomery County Community College, além de outras universidades com cursos de 4 anos de duração e faculdades comunitárias com cursos de 2 anos estão participando da experiência. Elas já utilizam a Blackboard Learn 9.1 e agora vão contribuir com informações importantes para o desenvolvimento da nova solução. “Já faz muitos anos que buscamos compreender o desempenho dos estudantes e a eficiência dos nossos programas didáticos online”, afirmou Kevin O’Halla, diretor do departamento de informações da Grand Rapids Community College. “A Blackboard Analytics for Blackboard Learn proporciona-nos uma visão aprimorada sobre a questão, não apenas de uma maneira estática, semestre a semestre, mas ao longo do tempo, e em tempo real. Embora ainda esteja em fase de testes, já estamos vendo como a Grand Rapids é capaz de tomar decisões melhores quanto à apresentação de nossos cursos a fim de ajudar no sucesso dos estudantes por meio de uma ferramenta que torna fácil a análise de usuário final.” A Blackboard Analytics foi lançada em 2011 e é usada para nortear decisões embasadas por dados em mais de 150 instituições de ensino superior, oferecendo acesso imediato e altamente adaptável à análise de dados por meio de painéis de controle, relatórios pré-definidos e exploração guiada de dados. A Blackboard planeja que a Blackboard Analytics for Blackboard Learn apresente tanto dados específicos de cursos referentes a instituições como um todo ao longo do tempo. As informações também poderão ajudar os instrutores individuais a identificarem melhor e a ajudarem estudantes em risco dentro dos seus cursos, permitindo, enquanto isso, que os administradores compreendam melhor o impacto do aprendizado online e que justifiquem despesas e investimentos no âmbito da instituição. “Temos percebido um interesse crescente por parte dos líderes acadêmicos em um aplicativo pré-instalado com integrações que os ajudem a tomar melhores decisões sobre programas, que encoraje a resolução de problemas e que derradeiramente contribua para o sucesso dos estudantes”, afirmou Jim Hermens , gerente geral da Blackboard Analytics. “Por meio dessa experiência de campo, estamos mostrando como a Blackboard Analytics pode descortinar uma visão sem precedentes sobre a atividade de aprendizado, tornando mais fácil o estabelecimento e a avaliação de metas por parte dos líderes didáticos.” A previsão é que o novo produto esteja disponível para o público em geral ainda no início deste ano.

19 de Janeiro de 2012

Hospedagem Gerenciada da Blackboard

Blackboard Managed Hosting: o serviço de hospedagem gerenciada garante até 99,9% de disponibilidade e é administrado por um time de mais de 120 profissionais especializados nas plataformas Blackboard. Com o serviço de hospedagem gerenciada, a instituição consegue focar em seu principal objetivo: educação; e não se preocupar mais com upgrades, escalabilidade, segurança e disponibilidade.

8 de dezembro de 2011

Blackboard Mobile Central: a educação mais perto de você

Toda a vida  no campus pode estar em suas mãos. Conheça mais sobre o Blackboard Mobile Central, que reúne todos os serviços do campus no seu celular.  

8 de dezembro de 2011