Tecnologia e educação

Fonte: Gazeta do Povo Os adolescentes estão antenados o tempo todo, desempenham tarefas ao mesmo tempo e o computador, o tablet e o celular são parte de suas atividades diárias, tanto para os estudos, quanto para diversão. Como utilizar a tecnologia de maneira positiva na educação? Especialistas colocam que o papel do professor é essencial neste processo, auxiliando alunos na seleção das alternativas para acessar informações. Para espantar o medo de que o professor seja dispensado neste processo, é preciso atualização constante, para se tornar um facilitador, direcionando os alunos para a utilização correta dos dispositivos e pensando conteúdos e atividades personalizados para estes, evitando tornar-se um elemento descartável e despertando o interesse dos alunos para a aula. A educadora Cristiana Mattos de Assumpção, coordenadora de Tecnologia Educacional do Colégio Bandeirante, de São Paulo, acredita que é necessário incorporar a tecnologia na cultura da escola, permitindo, inclusive, o uso de celulares dentro da sala de aula. Ela conta que para isso foi necessária a realização de um projeto permanente na instituição. Os esforços começaram em 2008, primeiramente com a sensibilização dos educadores e posteriormente com o envolvimento dos alunos, pais e funcionários. “Nossa preocupação sempre foi de capacitar primeiro os professores”, afirma. O projeto inclui pesquisas constantes para identificar hábitos dos alunos e abrange também cursos e palestras sobre Ética, Cidadania Digital e Direito de Imagem, entre outros assuntos. Outra característica importante do projeto é a criação de cartilhas de uso responsável da tecnologia, elaboradas e debatidas entre alunos e professores. Aulas mais atrativas e dinâmicas Matheus Domanski, 16 anos, aluno do 2º ano do ensino médio, acredita que a tecnologia liga o aluno ao professor. “Ajudamos o professor levando informações que encontramos na internet para agregar à aula. Já o professor indica sites que podem nos ajudar e usa a tecnologia para deixar as aulas mais atrativas e dinâmicas”, diz. As escolas e educadores precisam pensar no relacionamento com seus alunos, tirando o foco da questão hierárquica. Orientação

Crianças e adolescentes dominam as tecnologias, mas para a educadora Cristiana Mattos Assumpção, pais e professores não podem abandoná-los à própria sorte. Confira algumas orientações: Pais – Acompanhar o que os filhos estão fazendo na internet – Colocar o computador em lugar público – Configurar a máquina para uso seguro – Criar regras de uso responsável junto com os filhos – Limitar o tempo de uso. Estimular os filhos a realizarem também outras atividades Educadores – Usar as ferramentas que os alunos usam, para entender como elas funcionam – Usar as tecnologias para suas atividades diárias, para ficarem confortáveis com seu uso – Criar junto com os alunos regras de uso responsável – Acompanhar o que os estudantes estão fazendo on-line – Criar projetos para aproveitar os pontos positivos que a tecnologia oferece

Tecnologia e educação

Fonte: Gazeta do Povo Os adolescentes estão antenados o tempo todo, desempenham tarefas ao mesmo tempo e o computador, o tablet e o celular são parte de suas atividades diárias, tanto para os estudos, quanto para diversão. Como utilizar a tecnologia de maneira positiva na educação? Especialistas colocam que o papel do professor é essencial neste processo, auxiliando alunos na seleção das alternativas para acessar informações. Para espantar o medo de que o professor seja dispensado neste processo, é preciso atualização constante, para se tornar um facilitador, direcionando os alunos para a utilização correta dos dispositivos e pensando conteúdos e atividades personalizados para estes, evitando tornar-se um elemento descartável e despertando o interesse dos alunos para a aula. A educadora Cristiana Mattos de Assumpção, coordenadora de Tecnologia Educacional do Colégio Bandeirante, de São Paulo, acredita que é necessário incorporar a tecnologia na cultura da escola, permitindo, inclusive, o uso de celulares dentro da sala de aula. Ela conta que para isso foi necessária a realização de um projeto permanente na instituição. Os esforços começaram em 2008, primeiramente com a sensibilização dos educadores e posteriormente com o envolvimento dos alunos, pais e funcionários. “Nossa preocupação sempre foi de capacitar primeiro os professores”, afirma. O projeto inclui pesquisas constantes para identificar hábitos dos alunos e abrange também cursos e palestras sobre Ética, Cidadania Digital e Direito de Imagem, entre outros assuntos. Outra característica importante do projeto é a criação de cartilhas de uso responsável da tecnologia, elaboradas e debatidas entre alunos e professores. Aulas mais atrativas e dinâmicas Matheus Domanski, 16 anos, aluno do 2º ano do ensino médio, acredita que a tecnologia liga o aluno ao professor. “Ajudamos o professor levando informações que encontramos na internet para agregar à aula. Já o professor indica sites que podem nos ajudar e usa a tecnologia para deixar as aulas mais atrativas e dinâmicas”, diz. As escolas e educadores precisam pensar no relacionamento com seus alunos, tirando o foco da questão hierárquica. Orientação

Crianças e adolescentes dominam as tecnologias, mas para a educadora Cristiana Mattos Assumpção, pais e professores não podem abandoná-los à própria sorte. Confira algumas orientações: Pais – Acompanhar o que os filhos estão fazendo na internet – Colocar o computador em lugar público – Configurar a máquina para uso seguro – Criar regras de uso responsável junto com os filhos – Limitar o tempo de uso. Estimular os filhos a realizarem também outras atividades Educadores – Usar as ferramentas que os alunos usam, para entender como elas funcionam – Usar as tecnologias para suas atividades diárias, para ficarem confortáveis com seu uso – Criar junto com os alunos regras de uso responsável – Acompanhar o que os estudantes estão fazendo on-line – Criar projetos para aproveitar os pontos positivos que a tecnologia oferece

31 de Maio de 2012

Blackboard lança solução de Learning Analytics

Aplicação dá aos líderes visão sem precedentes de aprendizagem em toda Instituição As instituições de ensino estão, cada vez mais, procurando maneiras de aproveitar os dados para melhorar o desempenho e resultados dos alunos, Blackboard Inc. anunciou hoje o lançamento do Analytics para Blackboard Learn, uma solução que dá aos líderes educacionais uma visão sem precedentes do ensino e aprendizagem de sua instituição. O aplicativo coleta dados da atividade de aprendizagem e de gestão do Learning Management (LMS) e sistemas de informação de estudantes (SIS) para dar às partes interessadas em educação em todos os níveis de acesso as informações sobre a demanda necessária para melhorar o sucesso acadêmico e retenção de alunos. Munidos com um mais conhecimento, os líderes do campus podem definir e medir melhor as metas de aprendizagem e avaliar o sucesso de vários programas. Os instrutores podem identificar rapidamente onde os alunos estão ficando para trás e intervir para apoiá-los, e obter uma visão melhor sobre abordagens do desenvolvimento do curso que podem ser mais atraentes para os alunos. Mesmo os estudantes podem utilizar a aplicação para obter insights sobre atividade do curso e as medidas de progressão de seus colegas para compreender melhor os padrões de atividade associados ao desempenho de alunos. “Em todo o Campus, temos várias iniciativas que apoiam a conclusão dos cursos e retenção de alunos, e esta ferramenta auxilia todas as partes envolvidas, fornecendo dados críticos que revelam que as mudanças são necessárias”, disse Celeste Schwartz, vice-presidente de Tecnologia da Informação no Montgomery County Community College. “Há uma necessidade em toda a indústria de análise de dados em educação e em breve se tornará um padrão utilizar uma ferramenta como esta.” Blackboard Analytics oferece uma visão completa e personalizável de dados ensino e aprendizagem através de relatórios e dashboards que extraem a informação crítica de uma instituição da plataforma Blackboard Learn e SIS. Os relatórios destacam atividades de toda a instituição, analisam a eficiência em todos os departamentos acadêmicos, avaliam o desempenho individual do aluno com base na demografia, programas de graduação e muito mais. Os clientes que participaram de um ensaio de campo para a ferramenta no início deste ano relataram grande sucesso em receber insights sobre a atividade dos alunos, identificando projetos de cursos que se sobressaíram promovendo o envolvimento dos alunos ativos, e promovendo uma cultura de descoberta e investigação sobre o futuro da aprendizagem online e blended learning em seus campi. “Durante todo o teste de campo, Blackboard tem sido um verdadeiro parceiro, e não apenas um fornecedor”, disse John Fritz, Vice-Presidente Assistente de Tecnologia Educacional e Novas Mídias da Universidade de Maryland, Baltimore County. “Ter uma ferramenta como o Blackboard Learn Analytics para fornecer um nível profundo de análise dos dados foi sempre uma prioridade para UMBC, mas um projeto demorado para empreender. A Blackboard trabalhou conosco para expandir nossas capacidades atuais para atender a necessidade de relatórios completos.” “Inteligência de negócios é fundamental para o sucesso de uma organização, mas é subutilizado na educação devido a limitações de recursos dos métodos tradicionais”, disse Jim Hermens, Gerente Geral do Blackboard Analytics. “Esta solução foi projetada para aproveitar a riqueza de dados que as instituições já possuem, e coloca a informação nas mãos daqueles que mais precisam, quando precisam mais. Queremos dar aos líderes acadêmicos as ferramentas para ajudá-los a tomar melhores decisões sobre seus programas, atender às pressões internas e externas para prestação de contas e, em última análise, contribuir para o sucesso do aluno. ” O Blackboard Analytics Learn foi construído sobre a plataforma Blackboard Analytics e é um dos seis módulos do conjunto de soluções. Cada módulo dentro Blackboard Analytics fornece acesso imediato a análise de dados e insights em áreas como gestão de matrículas, finanças e recursos humanos. Analytics Blackboard foi lançado em 2011 e agora é usado para guiar tomada de decisões baseada dados em mais de 130 instituições de ensino superior. Blackboard Analytics for Learnr está atualmente disponível para clientes que utilizam Blackboard Learn 9.1, com Service Pack 4 ou posterior. O aplicativo se integra com as soluções líderes do SIS e pode ser customizado para integrar com outras soluções SIS. Para mais informações sobre Blackboard Analytics for Learn, visite: http://www.blackboard.com/Platforms/Analytics/Products/Blackboard-Analytics-for-Learn.aspx Sobre o Blackboard Inc. Blackboard Inc. é uma líder global em tecnologia empresarial e soluções inovadoras que melhoram a experiência de milhões de estudantes e alunos de todo o mundo a cada dia. As soluções Blackboard permitem que milhares de instituições de ensino superior, K-12, profissional, empresas e organizações governamentais ampliem o ensino e a aprendizagem on-line, facilitem o comércio e a segurança no campus, e comuniquem-se mais eficazmente com as suas comunidades. Fundada em 1997, a Blackboard está sediada em Washington, DC, com escritórios na América do Norte, Europa, Ásia e Austrália. Quaisquer declarações contidas neste press release sobre futuras expectativas, planos e perspectivas para Blackboard representam visões da Companhia na data deste comunicado de imprensa. Os resultados reais podem diferir materialmente como resultado de vários fatores importantes. A Companhia prevê que eventos e desenvolvimentos subseqüentes farão com que as visões da Companhia possam mudar. No entanto, apesar da empresa poder atualizar estas declarações em algum momento no futuro, a Companhia nega especificamente qualquer obrigação de fazê-lo. FONTE Blackboard Inc.

30 de Abril de 2012

Fotos do Blackboard Fórum de Educação em São Paulo

Confira fotos do evento Blackboard Fórum de Educação, que conteceu na última quinta-feira, dia 12 de abril, na ESPM, em São Paulo. O próximo Blackboard Fórum de Educação ocorrerá no dia 13/09, também na cidade de São Paulo.

25 de Abril de 2012

Utilizando o Youtube em sala de aula

Mais de 3 bilhões de vídeos são vistos todos os dias no youtube. Mas como usar essa tecnologia na sala de aula? Partindo do princípio de que a utilização da tecnologia torna o processo de aprendizagem mais fácil e da ideia de as aulas funcionarem como o Youtube, o pesquisador de novas mídias em educação, Terry Heick, sugeriu mudanças no modo de ensino, são coisas simples, que não exigem mudanças radicais. Aliado aos livros, que exigem concentração, leitura profunda e resistência intelectual, ele indica a utilização do mecanismo de busca baseado no Google e Youtube. Além disso, é interessante tornar a aula divertida, já que todos gostam de rir. Outra dica é fazer vídeos simples e divertidos no Youtube, facilitando o aprendizado. Procurar a forma mais simples e clara de ensinar uma matéria, já que, assim como no youtube, na sala de aula há uma grande diversidade de conteúdo. Apresentar conteúdos de maneira criativa e interdisciplinar também pode ajudar, mesmo que as ideias pareçam pouco convencionais, elas podem funcionar, já que os alunos compreendem com mais facilidade o conteúdo quando associado a algo conhecido. Fonte: Universia

10 de Abril de 2012

O Campus no celular

O telefone celular perdeu a característica de ser “somente” um aparelho telefônico quando surgiram os smartphones, com acesso à internet, aplicativos, jogos. Com isso surgiram inúmeras novas funções para estes dispositivos, que passaram a ser indispensáveis em nosso dia a dia. Seja para os momentos de lazer, estudos e aprendizado ou trabalho, o celular é peça chave na vida da maioria das pessoas, auxiliando a conexão com amigos, lugares e conteúdos, que agora estão ao alcance das mãos o tempo todo.

Blackboard Mobile

Com aplicativos para IOS, Android™, BlackBerry®, Palm ® e webOS™, além de estar na web móvel para todos os outros dispositivos, o Blackboard Mobile Center oferece uma maneira de acessar informações importantes sobre a vida no Campus onde e quando alunos, professores e visitantes precisarem.

Funcionalidades

Mapas

Possibilita, através do serviço de geolocalização, que o usuário veja onde está, encontre lugares onde quer ir e como chegar até eles. Além disso, oferece a visualização de horários de funcionamento e pontos de acesso a deficientes.

Tour pelo Campus

Um tour interativo que leva ao alance do usuário a oportunidade de escolher entre uma seleção de tours para fazer por conta própria ou remotamente através do telefone celular, com informações completas em texto, áudio e vídeo sobre cada local.

Trânsito

Consulta de rotas, horários, pontos e terminais de ônibus em tempo real. Ajuda o usuário a se programar com relação a atrasos, otimizando o tempo também encontrando o terminal mais próximo.

Locais

Horários de funcionamento, formas de pagamento e menus são apenas algumas das informações que são encontradas sobre todos os lugares do campus, mostrando também o caminho para chegar lá no mapa.

Cursos

Programação e catálogos de cursos, com descrições, horários, disponibilidade e mais. Encontre ainda contato com o Diretório Acadêmico, localização no mapa e busca por tópicos.

Diretório Acadêmico

Permite salvar as informações do Diretório Acadêmico diretamente para a lista de contatos e encontrar nos mapas escritórios de professores.

Esportes

Placares, jogos, estatísticas em tempo real, atualizações e notícias sobre o time de preferência e programação de onde e quando acontecem os jogos.

Eventos

Disponibiliza eventos que acontecem dentro ou próximos ao campus, oferecendo busca e opção de favoritar eventos específicos, para encontrá-los com mais facilidade. Palestras, concertos, exposições, entre outros. Com o GPS é fácil também encontrar eventos que estejam acontecendo perto do usuário e adicioná-los ao calendário. O aplicativo ainda fornece o contato do organizador do evento, para caso de dúvidas.

Notícias

Artigos e notícias sobre o que acontece dentro do campus diretamente no aplicativo, sem uso de navegador.

Bibliotecas

Consulta de todos os recursos da biblioteca a partir do celular, pesquisa em catálogos completos de livros, periódicos e outras mídias. Detalhes como número de localização, autor e informações sobre as edições, além de disponibilidade, localização na estante contato do bibliotecário e, com o mapas, encontrar a rota mais curta.

Imagens

Pesquisa, navegação e download de imagens dos álbuns do campus, que podem ser salvas, compartilhadas ou, ainda, usadas como plano de fundo do aparelho.

Vídeos

Palestras recentes, eventos do campus, destaques dos esportes, áudio, vídeo, podcasts diretamente no celular.

Ajuda

Telefones e sites importantes, permitindo ligar do aplicativo, para facilitar a busca por ajuda.

Links

Acesso rápido a páginas da internet, com customização de links.

Blackboard Mobile SDK

Criação de módulos personalizados dentro do Blackboard Mobile Center, usando o Blackboard Mobile Software Development Kit (SDK), que está disponível para clientes e parceiros comerciais interessados em desenvolver e incorporar aplicações para seus aplicativos.

Quem já usa

ILMU – LOYOLA MARYMOUNT UNIVERSITY MSOE MOBILE – MILWAUKEE SCHOOL OF ENGINEERING UMIAMIMOBILE – UNIVERSITY OF MIAMI NIU MOBILE – NORTHERN ILLINOIS UNIVERSITY TRI-C MOBILE – CUYAHOGA COMMUNITY COLLEGE UL MOBILE – UNIVERSITY OF LOUISVILLE

O que estão falando sobre o Blackboard Mobile Central

“Este é um aplicativo incrível e tem coisas para alunos, ex-alunos e funcionários. Recheado de ótimas informações atualizadas. Incluindo esportes, mapas, salas de aulas, eventos e outras ótimas informações!” – RR Resenha da Apple App Store

4 de Abril de 2012

Belo Horizonte sedia evento de tecnologia aplicada à educação

A fim de apresentar soluções para atrair a atenção dos estudantes em tempos em que qualquer gadget é mais interessante que a própria aula e fazer do aprendizado um exercício mais tecnológico, a Blackboard (multinacional especializada em tecnologia para educação e representada no Brasil pelo Grupo A) promove no próximo dia 22 de março, o Blackboard Day em Belo Horizonte.
O evento, que começou dia 6 de março em Curitiba, chega a Belo Horizonte trazendo o que há de mais seguro para aplicação da tecnologia em sala de aula. Segundo Bruno Weiblen, gerente geral da Blackboard Brasil, “O Brasil tem muito ainda o que aprimorar na aplicação da tecnologia em sala de aula e Minas Gerais, por ter 6 das 25 melhores universidades do país, pode ser um dos estados pioneiros na digitalização das aulas”.
O evento tem como objetivo apresentar à cidade inovações em tecnologia para educação, muitas delas já utilizadas por universidades como Stanford, Princeton e Universidade de Berlim. Por meio das soluções online, mobile e de algumas ferramentas de análise de dados que serão apresentadas, professores podem traçar o perfil do aluno e descobrir qual a melhor maneira de utilizar determinados recursos digitais em sala de aula. Além disso, algumas plataformas Blackboard ainda permitem que os professores façam programas de aula de maneira mais simples e eficiente.
Aqui no Brasil, a ESPM e a Anhembi/Morumbi já utilizam os sistemas Blackboard e vão apresentar os cases de como a educação nas instituições evoluiu a partir da implantação de sistemas de aprendizagem em rede.
O Blackboard Day será no dia 22 de março, a partir das 8h, no Ouro Minas Palace Hotel. A entrada é franca e as inscrições podem ser feitas pelo site: blackboard.grupoa.com.br
Serviço:
– Blackboard Day
– 22 de março de 2012
– Ouro Minas Palace Hotel (Rua Cristiano Machado, 4001 – Ipiranga. Belo Horizonte/MG)
– Horário: das 8h às 12h15
– Incrições Gratuitas: blackboard.grupoa.com.br

Data de publicação: 19/03/2012 Veículo: Pão de Queijo Notícias

19 de Março de 2012

Como usar as redes sociais na sala de aula

Só porque as aulas são presenciais, não significa que professores a alunos não possam ficar conectados. Dentro de um ambiente de aprendizado, as redes sociais podem ser uma importante ferramenta para que a informação se propague melhor e mais rápido entre os alunos. Hoje em dia, todos possuem algum perfil em uma rede social, Twitter, Facebook, Orkut, Google +, e essa presença online pode ser utilizada pelos professores para compartilhar conteúdo extra de suas aulas e promover debates e discussões fora da sala de aula. No site da revista Nova Escola, uma matéria mostra várias oportunidades em que as redes sociais podem se mostrar úteis para professores e alunos. Entre os principais ponto levantados pela matéria, as redes sociais surgem como um bom ambiente para organizar grupos de estudos, compartilhar material das aulas e informação que complemente o ensino, criar chats online para discussões e resolver dúvidas com professores e organizar datas e horários de atividades educativas. Hoje todos estão conectados através de seus dispositivos móveis, e essa é outra vantagem de utilizar um ambiente virtual para a troca de informações que complementem o ensino. A Blackboard também utiliza o potencial das redes sociais para facilitar a aprendizagem e difusão de informação nas instituições em que trabalha. Com o Blackboard Mobile, por exemplo, os alunos possuem na sua mão todo o campi, e integrados com as redes sociais, podem compartilhar com mais facilidade aquilo que a sua instituição lhes oferece. As redes sociais e o ambiente online tem muito o que oferecer para a experiência de educação. Conheça todas as ferramentas da Blackboard para aprimorar ainda mais o ensino!

6 de Março de 2012