Um novo membro em nossa família Soluções de Código Aberto

Nos últimos meses, muitas coisas estão acontecendo na Blackboard em torno de nossas soluções Moodle. É por isso que estamos animados para anunciar que a Blackboard adquiriu Nivel Siete, um fornecedor líder de soluções de código aberto e um dos parceiros do Moodle mais respeitados na América Latina.

A Nivel Siete oferece uma variedade de soluções de aprendizagem, hospedagem, suporte e serviços de consultoria que ajudam as organizações a ter sucesso no seu ensino e iniciativas de aprendizagem, incluindo instituições acadêmicas e empresas que se concentram no uso de para gestão de talentos e treinamento de e-learning.

Ao juntar forças, seremos capazes de suportar mais alunos que utilizam o Moodle para atingir seus objetivos educacionais e alcançar o sucesso acadêmico. Além disso, vamos ampliar e fortalecer a nossa rede de código aberto, criando novas formas de instituições e organização aprenderem e colaborarem uns com os outros.

A notícia de hoje ainda atesta nosso compromisso no Moodle e segue as recentes aquisições da Remote-Learner  e da tecnologia X-Ray Analytics. Ele também reitera a importância estratégica do open source para nossos clientes e para nós.

No decorrer do mês de agosto, a Nivel Siete estará promovendo um MoodleMoot na Colômbia. Todos os nossos clientes de código aberto são convidados a participar. Será uma grande oportunidade para manter contato com nossas equipes locais e aprender mais sobre esta história empolgante.

Mais novidades estão por vir. Fique atento!

Phill Miller – Vice Presidente Internacional de Serviços Open Source, Blackboard

Pavlos Dias – Gerente Nacional da Blackboard, Grupo A

 

FAÇA UM COMENTÁRIO

Agora é a hora para uma nova experiência de aprendizagem

Jay Bhatt*

O Blackboard passou por diversas mudanças desde que ingressei na empresa, há quase três anos. Entre essas mudanças estão: a reorganização da empresa para trabalhar melhor com os mercados em que atuamos; aquisições de empresas e novas tecnologias; e, talvez o mais importante, uma mudança transformadora colocando o foco maior no aluno.

Mas a maior mudança está acontecendo hoje. Estou compartilhando uma nova abordagem para a educação, e isso vai desencadear uma nova maneira de pensar no nosso “ecossistema educacional”. Estamos chamando-o de Nova Experiência de Aprendizagem: uma maneira transformadora para criar maior envolvimento, interação e qualidade de aprendizagem através da tecnologia, serviços integrados e capacidades de dados.

Ela começa com uma análise da atual sistema educacional. Precisamos ser honestos sobre o que funciona e o que não funciona. E tudo começa com o aluno.

Há uma “desconexão” entre o que os alunos de hoje querem e como o sistema educacional apresentado a eles. A indústria não mudou nos últimos anos. Os alunos de hoje têm um conjunto diferente de desejos, necessidades e preferências. Os alunos de todas as idades e em todos os pontos do ciclo de vida de aprendizagem exigem algo diferente. Eles querem e esperam que a tecnologia desempenhe um papel importante em sua educação. E eles querem tecnologia na educação, que é tão conveniente que eles já se acostumaram com empresas como Apple e Amazon. Eles querem ser “móveis”. Eles querem ser capazes de se conectar com seus pares. E eles querem tudo rápido, de maneira simples e intuitiva.

Além disso, os alunos estão aprendendo de uma forma totalmente diferente. Uma estatística frequentemente citada é que 85% dos estudantes do ensino superior na América do Norte são “não-tradicionais.” Estes são os alunos que não passam quatro anos no campus “físico” das universidades. São alunos a distância. São aprendizes em tempo parcial que ganham um certificado de competência em vez de um “grau”. São alunos adultos que buscam uma nova carreira através de programas online.

Começando com este foco sobre o novo aluno, a nova experiência de aprendizagem também será totalmente integrada aos fluxos de trabalho – com uma experiência totalmente nova, intuitiva e agradável – acessível, móvel e com dados e capacidades analíticas. Estamos começando nossa jornada em direção a Nova Experiência de Aprendizagem com novas versões do nosso sistema de gestão de aprendizagem Blackboard Learn ™, Blackboard Collaborate ™ e o novo Bb Student App ™.

Este é o momento para nós, como uma empresa de educação, de garantir que vamos colocar o aluno em primeiro lugar, reimaginar como a educação acontece e inspirar o mundo para aprender.

*Jay Bhatt é presidente, diretor executivo e membro do conselho da Blackboard Inc., líder global em tecnologia e serviços que ajudam a tornar a educação mais imediata, direta e personalizada para os alunos em todos os lugares. Jay é um ex-professor tem como “paixão” a missão da Blackboard: reimaginar a educação.

 

FAÇA UM COMENTÁRIO

Guia Para Recursos Educacionais Abertos do Professor

Você provavelmente já ouviu falar sobre Recursos Educacionais Abertos (REA) e talvez até mesmo tenha usado algum em sua sala de aula. Mas o mundo de REAs está crescendo constantemente, com mais recursos disponíveis todos os dias. Se você não está levando vantagem deles, agora é um ótimo momento para dar uma olhada.

O que há de tão importante sobre REAs?

Recursos Educacionais Abertos são ferramentas como livros didáticos, planos de aula e outras mídias que estão em domínio público ou abertamente licenciados, que todas as pessoas podem usá-las e adaptá-las livremente. Ao contrário de recursos on-line que estão livres, mas não abertamente licenciado, você pode adaptar os REAs para suas próprias necessidades. Por exemplo, você pode ter um livro de geografia e adicionar exemplos e pontos de referência da sua própria região. Ou você pode pegar um livro de histórias e traduzi-lo, junto com os alunos, para outra língua. Ou a sua aula de arte poderia criar novas ilustrações para uma história já existente.

Você também pode contribuir com uma nova versão de um trabalho, tornando os REAs uma maneira maravilhosa para você e seus alunos partilharem seu trabalho com outras salas de aula de todo o mundo. Você pode ter um livro de ciências da África do Sul, adicionar um pouco de suas próprias lições e exemplos e depois descobrir que a sua versão modificada foi traduzido para Sueco para estudantes na Suécia. Isso torna o mundo mais “próximo”.

Como posso saber se uma obra é uma REA?
A maneira mais fácil de descobrir se uma obra é uma REA, é olhar sua licença para Creative Commons (CC). Creative Commons torna mais fácil para as pessoas licenciarem abertamente e partilharem suas obras, colocando seu trabalho com uma licença CC. Existem vários tipos de licenças CC, por isso certifique-se de verificar quais permissões estão disponíveis; algumas licenças permitem que você compartilhe o seu trabalho para fins comerciais, outros para o uso não-comercial. As licenças Creative Commons não são a única forma de verificar se uma obra é REA, mas são o meio mais utilizado.

Onde começar
Qualquer pessoa pode criar um REA e compartilhá-lo on-line. O “OER Commons” é um ótimo lugar para começar a procurar ferramentas para usar em sala de aula.

Literatura
Livros de domínio público são uma ótima maneira de conhecer os recursos disponíveis gratuitamente na web. Você pode encontrar todos os tipos de literatura on-line, em muitas línguas – de Shakespeare a Charles Darwin. O “Projecto Gutenberg” tem a maior coleção de livros de domínio público, a maioria dos que foram publicados antes de 1923. Para uma seleção com curadoria de livros de domínio público com melhores covers e descrições, consulte a secção de domínio público Feedbooks.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Braz Cubas integra o time das universidades que usam a Blackboard

 

Depois das ferramentas Khan Academy e do Geekie, instituição aposta na Blackboard para ampliar o aprendizado de seus estudantes.

Nos últimos anos a Universidade Braz Cubas tem acompanhado a tendência das grandes instituições de ensino do mundo e tem apostado no emprego de tecnologias personalizadas e específicas na área da Educação para auxiliar no processo de formação de seus estudantes.

Os investimentos mais recentes foram as renomadas plataformas educacionais Khan Academy e do Geekie – ferramentas para a melhoria do desempenho em Matemática e Língua Portuguesa, respectivamente – e agora recentemente a Blackboard, oferecida gratuitamente aos estudantes em três modelos diferentes: Blackboard Learn, Blackboard Mobile, Blackboard Collaborate.

Segundo o professor José Maria Silva Júnior, Relações Institucionais da Universidade Braz Cubas, essas ferramentas são tendências mundiais na área educacional utilizadas para ampliar o aprendizado do aluno, indo além dos limites da sala de aula, enriquecendo as experiências e possibilidades de novas aprendizagens.

“Na educação presencial a plataforma complementa o que foi ensinado em sala de aula com diversos conhecimentos inseridos pelos professores e outros que podem ser buscados pelo próprio aluno, de forma ilimitada, proporcionando um universo de aprendizado orientado pelos docentes e trilhado pelo próprio estudante. Já para os alunos da educação a distância (EAD) é um instrumento fundamental para que possam aprender de maneira ativa e disciplinada, complementando o aprendizado oferecido no material impresso e nas vídeo-aulas”, avalia Silva Júnior.

Otimizando o tempo de estudo

Diferente da Khan Academy e do Geekie – destinadas para conteúdos específicos de Matemática e Língua Portuguesa – a plataforma Blackboard é mais indicada para atividades gerais, pois permite ao aluno atualizar-se com os diversos conteúdos disponibilizados pelo professor ou interagir com sua turma, sem necessariamente aguardar pelo momento da sala de aula presencial, otimizando assim seu tempo de estudo.

Com a ferramenta Blackboard, o professor tem a vantagem de ter maior autonomia para publicar e editar suas disciplinas, utilizando diferentes tipos de arquivos como: documentos, vídeos, áudio ou qualquer material digitalizado, permitindo um completo gerenciamento de suas atividades.

Desta forma, o professor pode dispor do tempo na sala de aula presencial para promover a interatividade entre os alunos, trabalhar dinâmicas de grupo e desenvolver nova metodologia de ensino, deixando para os momentos presenciais, situações diferenciadas que a interface tecnológica não permite.

“Para a Braz Cubas a plataforma será utilizada para e execução de uma gestão do aprendizado por meio de um efetivo acompanhamento do desempenho do estudante, permitindo a identificação daqueles com maior dificuldade, podendo proporcioná-los uma metodologia personalizada”, explica o relações institucionais da universidade.

Saiba mais sobre a nova plataforma Blackboard

A Universidade Braz Cubas inicia o uso da plataforma educacional Blackboard, em três modelos diferentes: Blackboard Learn, Blackboard Mobile, Blackboard Collaborate.

Blackboard Learn™: Plataforma que proporciona aprendizado de uma maneira mais atraente, reunindo ferramentas adequadas para cada participante de forma particular. Amplia o acesso a tecnologia, removendo barreiras de acesso para que se possa chegar ao objetivo final de forma rápida melhorando o desempenho.

Blackboard Mobile™: A plataforma Mobile possibilita aos alunos e participantes dessa experiência, acessar os conteúdos programáticos e informações da universidade de qualquer dispositivo móvel. A mobilidade, nos dias de hoje, é uma das formas mais eficazes de atrair os alunos, ajudando-os a se manter conectado com o compus e conteúdos. Além disso, com a plataforma móbile a instituição consegue se conectar a alunos potenciais.

Blackboard Collaborate™: É uma experiência colaborativa e interativa, em que os alunos, em constante evolução criam seus grupos e se ajudam nos conteúdos. Essa plataforma ajuda a criar salas de aula, escritórios e salas de reunião virtuais abrindo possibilidades a mais alunos, oferecendo novas abordagens de aprendizado em grupo, e ao mesmo tempo envolvendo alunos de níveis diferentes.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Encontro da Comunidade Blackboard Brasil acontece em agosto em São Paulo

Uma imersão nas perspectivas e novidades dos produtos e serviços da Blackboard. Este é o objetivo do Encontro da Comunidade Blackboard Brasil, que acontece dia 13 de agosto na Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo.

Exclusivo para clientes Blackboard, o evento irá reunir usuários deste Ambiente Virtual de Aprendizagem para apresentar as perspectivas e novidades de roadmap, trocar experiências de seus produtos e serviços e aproximar a equipe responsável por desenvolver as plataformas utilizadas globalmente.

Entre os palestrantes já confirmados estão: Mark Strassman, Vice-Presidente Sênior de Indústria e Gestão de Produtos (Blackboard); Pavlos Dias, Gerente Nacional da Blackboard Brasil (Grupo A), Leo Salomone, Diretor de Produto para América Latina (Blackboard); Marie Hanabusa, Gerente de Localização para Experiência do Usuário (Blackboard), Alberto Maixner, Engenheiro de Soluções Blackboard Brasil (Grupo A) e Matt Small, Vice-Presidente de Negócios Internacionais (Blackboard).

Além de conhecer com profundidade tudo que as ferramentas Blackboard podem fazer dentro e fora das salas de aulas, ampliando a experiência de ensino, o evento também é uma ótima oportunidade para trocar experiências e aumentar o networking.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Veja mais posts

O Grupo A é representante exclusivo do Blackboard no Brasil.