Blackboard: parceira de mudanças na educação

Blackboard: parceira de mudanças na educação

Entender as necessidades, desafios e oportunidades dos clientes, para atender suas demandas de maneira única é o objetivo da Blackboard, empresa de tecnologia para a educação que atende às principais universidades de todo o mundo – só no Brasil, são mais de 250 instituições, o que significa 1.3 milhão de usuários da plataforma). Assim define Katie Blot, diretora de estratégia global da empresa, que defende o compromisso com o essencial: além de desenvolver, entregar e dar suporte aos clientes, inovação e comunicação são fundamentais.

“Inovação, há um tempo, era um ‘plus’ nas entregas. Hoje, ela é essencial, o mundo está evoluindo muito rápido, o que nos obriga a estar sempre adiantados”, explica Katie.

Para que todos os clientes estejam em sintonia com as atualizações, novidades e melhores práticas de uso das soluções tecnológicas da empresa, a diretora indica a participação de todos os clientes na comunidade Blackboard, que agora tem área em português especialmente para clientes brasileiros.

“Dificilmente outra plataforma de tecnologia oferece esse tipo de troca entre clientes e empresa”, garante.

Leia também: O que é ensino híbrido e por que ele é tendência?


Blackboard: parceira de mudanças na educação

Cenário educacional em constante mudança

Katie explica que as dinâmicas de mercado estão mudando, principalmente na educação superior, com a concorrência se tornando cada vez mais global. Além disso, mais alunos estão entrando nas universidades, o que aumenta a demanda, mas também aumenta a diferença de perfil dos alunos.

Tudo isso torna a jornada do estudante mais complexa, fazendo com que as instituições sofram pressões para atingimento de metas, de padrões de qualidade e manutenção do custo.

“Como companhia, precisamos também atender aos desafios dos clientes de diferentes países, que têm obstáculos diferentes.”

As soluções tecnológicas da Blackboard são desenvolvidas para alunos em qualquer ciclo: ensinos fundamental e médio; ensino superior; empresas e governos (treinamento corporativo). Mas, segundo Katie, as linhas não são sequenciais. Um mesmo aluno pode terminar o colégio e entrar para o mercado de trabalho, para somente após voltar a estudar em um curso superior ou em um treinamento rápido. E isso deve ser considerado no desenvolvimento das ferramentas.

“Desenvolvemos soluções abrangentes para atingir o sucesso estudantil, com máxima capacidade em inovação, buscando atender o aluno do futuro”, conclui Katie Blot.

Este artigo foi baseado na palestra de Katie Blot no Encontro da Comunidade Blackboard 2017. Você pode acessar outros conteúdos apresentados no evento no site Fórum de Lideranças – Desafios da Educação 2017.

Deixe uma resposta

O Grupo A é representante exclusivo do Blackboard no Brasil.