4 ações imediatas para aumentar o número de matrículas em sua instituição

como aumentar o número de matrículas
Instituições de ensino de todos os tipos e tamanhos têm como meta aumentar o número de matrículas ou lançar novos programas, como a criação de novos cursos EAD, apesar de orçamentos e recursos limitados. Para isso, há necessidade de usar melhor o que já está em vigor e de se tornar criativo em canais de divulgação.

Cada ferramenta, recurso e comunicação precisa ser otimizado para conversão. Quer se trate de site, redes sociais, conteúdo ou dados, existe uma oportunidade para garantir que cada ferramenta esteja funcionando o melhor possível, bem antes de novos canais de investimento serem adicionados ao mix.

Utilizamos o termo Marketing de Conversão para descrever o processo de transformar leads qualificados em estudantes inscritos. No gerenciamento de matrículas, a conversão pode ser o número de clientes potenciais que preencheram um formulário de consulta, participaram de um evento de orientação, clicaram em um e-mail ou entraram em contato com alguém da instituição – quaisquer dessas ações pode levar a atingir um objetivo específico.

A taxa de conversão é, de longe, o maior indicador de sucesso do seu plano de gerenciamento de Marketing e matrículas. Conhecer seu desempenho ao longo dessa linha garante que você possa eliminar gastos desperdiçados, maximizar seus recursos e entender um roteiro para aumentar o número de alunos inscritos.

Leia também: O uso da tecnologia para atingir as metas da instituição de ensino

Aqui estão quatro ações imediatas que você pode tomar para melhorar suas conversões.

1. Faça uma análise do seu site

Fazer uma avaliação honesta do conteúdo e facilidade de uso do seu site é a primeira parada em um caminho para melhores taxas de conversão. Pense em seu site como a porta da frente para futuros alunos. Ele precisa responder rapidamente a três perguntas sobre qualquer programa, certificado ou curso que você ofereça:

  • Quanto custa?
  • Quanto tempo vai demorar?
  • O que vou conseguir?

Disponibilizar essas respostas e oferecer um formulário fácil de encontrar para solicitar mais informações são duas etapas importantes na estruturação do conteúdo em seu site. A partir daí, você deve avaliar a capacidade de seu site gerar tráfego orgânico, usando as principais palavras-chave para seus programas e instituições.

Importante: seu site deve ser amigável para dispositivos móveis e construído com as melhores práticas de usabilidade em mente. Acessibilidade, navegação clara, tempo de carregamento e compatibilidade entre navegadores são todos componentes críticos para a saúde técnica e terão impacto direto nas suas conversões.

2. Utilize as redes sociais

As redes sociais são ferramentas fundamentais para mostrar sua marca, personalidade e conteúdo para futuros alunos. A maioria das instituições utiliza ferramentas como Facebook e YouTube para compartilhar atualizações sobre atividades, programas e eventos. Mas a chave é garantir que elas também gerem conversões. Utilize as redes sociais para fornecer aos seus seguidores informações ricas sobre as ofertas de programas, cursos e experiências de outros alunos – mas não pare por aí.

Certifique-se de criar uma planejamento de como irá trazer o seguidor qualificado. Você pode, por exemplo, criar metas de inscrições em um evento online a partir de um vídeo ou de uma publicação no Facebook. Defina seus objetivos e os principais indicadores de desempenho. E certifique-se de escolher as ferramentas certas para mensurar seus resultados e aprimorar a abordagem. Trate as redes sociais como qualquer outro componente importante no processo de gerenciamento de matrículas.

3. Mensure e aprimore

É importante ter boa visibilidade sobre o que está acontecendo em seu funil de inscrição; assim, você poderá analisar onde as coisas não estão funcionando como planejado. Quando você melhora a visualização dos dados, consegue diagnosticar e abordar de forma proativa problemas de conversão.

A análise é fundamental no Marketing de Conversão. Se sua instituição não consegue encontrar onde está o problema, então se torna impossível corrigi-lo. Defina quais são suas métricas (clique em botões do site, taxa de abertura de e-mail, inscrições em eventos de apresentação de cursos, entre outros) e então acompanhe os resultados. Quando você consegue identificar quebras no funil, pode obter grandes resultados a partir de pequenos ajustes.

4. Seja proativo e específico

Uma conversão não é sinônimo de fim de jogo. Sua primeira troca com um estudante que está prospectando é apenas o começo de tudo. Nutrir os leads através do funil de conversão é um processo complexo. Mas, utilizando as ferramentas e dados já existentes, você pode ajudá-los a seguir o caminho.

Esse é o momento de se tornar proativo e entrar em contato com uma pergunta específica ou uma chamada para a ação. Você tem diversos estudantes que iniciaram a inscrição, mas não terminaram? Tem um grupo de alunos que estavam matriculados no semestre passado, mas não renovaram?

Aproveite esses dados para fazer uma campanha específica para essas pessoas. Oferecer conteúdo, um pequeno desconto, fazer uma ligação ou enviar um e-mail são formas de acessar os alunos que estão presos em alguma etapa do funil de conversão.

Com esses quatro passos em mente, sua instituição estará no caminho para tornar seus esforços de Marketing de Conversão mais eficazes e eficientes. Nos momentos em que você precisa fazer mais com menos, essas técnicas podem rapidamente se tornar suas melhores amigas.

Quer continuar a leitura? Veja como a Unigranrio planeja dobrar o número de estudantes inscritos em seus cursos EAD.

Deixe uma resposta

O Grupo A é representante exclusivo do Blackboard no Brasil.